Domingo, 19 de maio de 2024

COLUNISTAS

Denis Luciano

Exclusivo: Jorginho Mello na Cidade em Dia

19/04/2023 23h30 | Por: Denis Luciano
Jorginho Mello em discurso nesta terça no Palácio do Planalto / Foto: Eduardo Valente / Secom

Estive em Brasília entre o fim da manhã desta terça e o amanhecer desta quarta-feira. Nessas poucas horas na Capital Federal, vários contatos e dois encontros com o governador Jorginho Mello (PL). O primeiro, no jantar promovido pelo Grupo NSC na famosa Torre da TV, no Eixo Monumental de Brasília, na noite de terça. O segundo, no Aeroporto Juscelino Kubitscheck e no voo de volta de Brasília para Florianópolis. 

No jantar, compartilhamos uma boa conversa sobre segurança nas escolas. Na mesma roda estavam os deputados federais Ricardo Guidi (PSD), Ismael dos Santos (PSD) e Pedro Uczai (PT). Concordamos sobre o grau altíssimo de periculosidade do bandido que matou as crianças na creche em Blumenau. O governador havia estado poucas horas no grupo liderado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) que tratou da pauta, e tinha o discurso na ponta da língua.

Jorginho voltou de Brasília convencido de que a sua ideia foi a melhor (e única na verdade) apresentada para pagar a conta da segurança nas escolas, na mesma mesa onde estavam outros tantos governadores, ministros do Supremo, da República e outras tantas lideranças. "Eu sugeri ao presidente acrescenter 5% na DREM", contou Jorginho, com ênfase. A DREM é a Desvinculação de Receitas dos Estados e Municípios, da qual o governador pretende tirar o dinheiro para pagar a conta dos vigilantes armados em cada uma das mais de mil escolas estaduais catarinenses.

Mas Jorginho fará isso com ou sem o dinheiro a mais da DREM. Ele estima em R$ 70 milhões o gasto até o fim do ano e cravou no nosso bate papo ali na Torre da TV: o programa de segurança nas escolas será permanente, não apenas um paliativo até a poeira baixar.

Ainda na mesma roda, joguei aos deputados a provocação que temos feito, de o Congresso achar alguma forma de rediscutir as penas em casos de crimes hediondos como esse. O deputado Ricardo Guidi foi o mais pontual, defende punição pesada ao criminoso, até pena de morte. No contraponto, o deputado Pedro Uczai ponderou "que é cristão" (Guidi reforçou que também é) mas o petista salientou que, no seu entender, o problema está no sistema penitenciário, que não recupera ninguém, e é ali que o problema deve ser atacado. O deputado Ismael optou pela neutralidade na polêmica pauta. A essa altura da conversa, o governador Jorginho já estava em outra roda, com outros deputados e convidados.

Nosso segundo encontro na breve jornada em Brasília foi no aeroporto. Embarcamos juntos pouco depois das 8h30 no voo da Azul com destino a Campinas, onde apanhamos a conexão para Florianópolis. Os atrasos me fizeram ver a aflição do governador com as tantas agendas a cumprir em Santa Catarina e pensar, e discutir com alguns do entorno dele ali, o quanto foi populista a venda da aeronave do Governo do Estado pelo governador Carlos Moisés. O governador precisa ter mobilidade. Não é uma questão de luxo. É uma questão de governabilidade. Sai caro para Santa Catarina ter seu governador preso dentro de um avião desde as 7h30min, quando chegou no aeroporto, até depois das 13h, quando desembarcou em Florianópolis. Ele despachou um pouco por WhatsApp na brevíssima troca de aeronave em Campinas.

Mas, logística à parte, gravei entrevista com Jorginho Mello no saguão do aeroporto de Brasília. Ele fez a defesa dos 5% a mais na DREM para pagar as contas de estados e municípios com vigilância nas escolas, reforçou o caráter permanente desse programa em Santa Catarina. E comentou ainda sobre o Universidade Gratuita (já deixou no ar uma cobrança às instituições de ensino) e apresentou o novo secretário de Segurança Pública. 

Esse bate papo exclusivo, além de outros detalhes dos nossos contatos em Brasília, a gente conta no Em Dia com a Cidade desta quinta, a partir das 6h30min, na Rádio Cidade em Dia.

Denis Luciano

Denis Luciano

Denis Luciano é jornalista e radialista com 28 anos de experiência em rádio, TV, jornal e web em Santa Catarina e Rio Grande do Sul, além de professor universitário. Apresentador e coordenador da Rádio Cidade em Dia.

Opiniões do colunista não representam necessariamente o portal SCTODODIA.com.br

VER COLUNAS
SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.