SCTODODIA - Ligados em tudo

Escolha a sua região:

Aprenda a acumular milhas >FAZER O CURSO!
Sábado, 24 de fevereiro de 2024

COLUNISTAS

Denis Luciano

Fato novo na eleição de Criciúma: PP, MDB e União

09/02/2024 18h35 | Atualizada em 09/02/2024 21h41 | Por: Denis Luciano
Antoneli, Anibal, Ferrarezi, Comin, Aldo e Kaminski / Divulgação

Uma boa conversa nesta sexta-feira de Carnaval (9), considerada produtiva entre as partes, alicerçou as bases para um possível grupo suprapartidário visando formação de chapa que pode unir PP, MDB e União Brasil para a disputa à prefeitura de Criciúma.

A foto acima indica vários sinais. A presença do ex-prefeito Anderlei Antonelli, hoje sem filiação mas muito afinado com os demais, deve ser levada em conta. Antonelli já reconheceu várias vezes que gostaria de ir para o jogo. Sempre carregou a frustração de não ter defendido o seu mandato, rifado pelo MDB na ocasião da eleição de 2008.

A presença de Anibal Dario, hoje no União Brasil, que o filiou como pré-candidato a prefeito. E mais, abraço a Paulo Ferrarezi, o vereador do MDB que já anunciou pré-candidatura ao Executivo também, e que não tentará novo mandato na Câmara. Anibal é ex-MDB, e na foto abraça o atual presidente emedebista. Outro sinal de bons diálogos.

Ainda pelo União, está na foto o suplente de vereador Aldo Batista, vice-presidente do partido em Criciúma.

O vereador Júlio Kaminski, autor da foto, é o pré-candidato do PP à prefeitura. O ex-deputado Valmir Comin, presidente municipal dos progressistas, completa o animado grupo. Ficou consensuado entre eles que daí sai um candidato a prefeito para unir os três partidos. Vale ler a nota abaixo que o grupo distribuiu logo após o emblemático encontro:

Criciúma poderá ter uma nova frente para a disputa das eleições majoritárias deste ano. Um nome entre eles para candidato a prefeito e vice pode ser definido com  a união de forças de um grupo suprapartidário que chega como o diferencial no embate que até então está sendo disputado por duas vias. 

Após algumas reuniões e muito diálogo, o grupo vem de fortalecendo por seus líderes políticos que fizeram história na cidade, promete trazer uma visão renovada e comprometida para as eleições majoritárias. Eles garantem estarem preparados para enfrentar os desafios e trabalhar incansavelmente pelo progresso de Criciúma.

E como fica?

Se da equação Kaminski / Antonelli / Anibal / Ferrarezi sai um candidato a prefeito, restam para a corrida eleitoral em Criciúma: Arleu da Silveira (a ficha já está assinada e na gaveta, mas o ato público no PSD será dia 6 de março); Ricardo Guidi (insiste na pré-candidatura pelo PSD, e reforça que será candidato); Arlindo Rocha (filiado ao PT, esperando o aval do presidente Lula mas já montando equipe de trabalho); e o PL, como fiel da balança pela força do bolsonarismo, talvez indicando Júlia Zanatta, talvez esperando por Ricardo Guidi, talvez oferendo um vice para Arleu; e o PSDB, com a reserva técnica de Acélio Casagrande para ser vice de Arleu ou até Guidi. É isso.

Denis Luciano

Denis Luciano

Denis Luciano é jornalista e radialista com 28 anos de experiência em rádio, TV, jornal e web em Santa Catarina e Rio Grande do Sul, além de professor universitário. Apresentador e coordenador da Rádio Cidade em Dia.

Opiniões do colunista não representam necessariamente o portal SCTODODIA.com.br

VER COLUNAS
SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.