Quarta-feira, 29 de maio de 2024

COLUNISTAS

Fabrício Attanásio

Luzerna é a cidade mais Sustentável de SC, ocupa a 8ª posição no Brasil e ainda é reconhecida como inovadora e empreendedora

09/08/2023 17h49 | Por: Fabrício Attanásio

Com a compreensão de que estamos num mundo em constante transformação, e a inovação e sustentabilidade precisam andar juntas  (https://sctododia.com.br/colunistas/fabricio-attanasio/inovacao-e-sustentabilidade-em-um-mundo-em-constante-transformac-1197) para superarmos os desafios e aproveitarmos as oportunidades do século 21, iniciamos a jornada de conhecimento de algumas práticas e exemplos que nos inspiram e impactam positivamente as pessoas e as organizações por meio da inovação e sustentabilidade. E começamos por onde nós vivemos e nossas organizações estão sediadas, as cidades!

Existem muitas cidades no Brasil e no mundo com interessantes práticas de inovação e sustentabilidade, que posteriormente iremos apresentar, mas hoje gostaria de compartilhar o exemplo do município de Luzerna, situado no meio-oeste de Santa Catarina.

Luzerna foi considerada a cidade mais Sustentável de SC, e ocupa a oitava (8ª) posição entre as 5.570 cidades brasileiras, segundo o Índice de Desenvolvimento Sustentável das Cidades (IDCS), publicado no último domingo (6).

Este Índice (IDCS) monitora 100 indicadores definidos a partir dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), aprovados em 2015 pelos mais de 190 países membros da ONU, inclusive o Brasil, como parte integrante da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. Saiba mais sobre os ODS acessando o site do Movimento Nacional ODS de SC (https://sc.movimentoods.org.br/), uma das principais instituições que mobiliza pessoas e organizações catarinenses para a realização de práticas alinhadas aos ODS e que é parceira desta iniciativa.

“O Índice é uma ferramenta que visa estimular o cumprimento da Agenda 2030 e uma oportunidade para as cidades se integrarem à mais avançada agenda global de desenvolvimento sustentável. Graças a este Índice o Brasil é o único país do mundo a acompanhar os desafios e avanços de todas as cidades na Agenda 2030” (IDSC, 2023).

O (IDSC - BR) Índice de Desenvolvimento Sustentável das Cidades – Brasil é uma iniciativa do Instituto Cidades Sustentáveis, no âmbito do Programa Cidades Sustentáveis, em parceria com o Sustainable Development Solutions Network (SDSN), apoio do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap) e financiamento do Projeto CITinova. A metodologia do IDSC-BR foi elaborada pela rede SDSN (UN Sustainable Development Solution Network), visando mobilizar conhecimentos técnicos e científicos da academia, da sociedade civil e do setor privado no apoio de soluções em escalas locais, nacionais e globais. Desta forma, o trabalho apresentado também faz parte de uma série de relatórios produzidos pela rede com o objetivo de acompanhar a implementação dos ODS. Depois de passar pela revisão dos pares, também é auditado pelo corpo científico da Comissão Europeia, o Centro Comum de Pesquisa.

Cidades de SC que se destacam neste Índice
Além de Luzerna, que em uma escala de 0 a 100, alcançou 62,21 pontos, número considerado alto, posicionando a cidade que possui 5.8 mil habitantes (IBGE, 2022), como a cidade mais Sustentável de SC e na oitava (8ª) posição no Brasil, identificamos apenas outras três (3) municípios catarinenses com um nível de desenvolvimento sustentável considerado alto, Jaraguá do Sul com 60,15, situada no Norte do estado, Orleans com 60,06, no Sul, e Balneário Camboriú com 60,05, no Litoral Norte do estado. Cabe destacar que outras cidades catarinenses estão posicionadas com nível de desenvolvimento sustentável médio, mas também muitas como baixo. 

No Ranking Geral,  as cidades de São Paulo dominam, e o município de São Caetano do Sul, em SP ocupa a primeira posição no Brasil com 63,42 pontos, mas cerca de 70% das cidades brasileiras estão classificadas com nível de desenvolvimento sustentável baixo, conheça o resultado das outras cidades no site do IDSC – BR: https://idsc.cidadessustentaveis.org.br/.

Luzerna também se destaca pela Inovação, sendo reconhecida como exemplo quando o assunto é tecnologia e número de startups instaladas no município, a média de uma para cada 166 habitantes. Há cerca de 14 anos, quando ainda não se falava muito em inovação, o município de Luzerna já estava se preparando e criou uma incubadora tecnológica., e foi uma das primeiras incubadoras públicas do Brasil. Temos a empresa incubada, pré-incubada, residente e não-residente. Temos muitas parcerias, afirmou Itamar Tonetto. A incubadora fica no Parque Tecnológico da cidade, criado pela prefeitura em 2009, em parceria com outras instituições.

Nesta mesma época, preocupada com o futuro, Luzerna buscou despertar o interesse dos jovens para a tecnologia, ainda na escola. Os alunos passam a experimentar profissões no sétimo ano. Eles têm aula de mecânica, programação e informática. No ensino médio, os estudantes da rede estadual podem cursar mecatrônica ou automação residencial. Uma oportunidade de descobrir talentos e de incentivá-los a virar empreendedores na região onde nasceram (NSC, 2001). O prefeito da época afirmou que "o grande objetivo do município é despertar o interesse do aluno do 6° ao 9° ano para que tenha o conhecimento junto com a prática, e que tenha clareza do que quer para o seu futuro". 

3º AmurelTec Digital Connection - O sucesso da sua carreira em tecnologia está aqui!
Inspirada em Luzerna e em outras iniciativas bem-sucedidas, a AmurelTec, Núcleo de Empresas de Tecnologia da ACIT do município de Tubarão, vem promovendo com apoio do poder público e Instituições de Ensino e Pesquisa diversas iniciativas para o fortalecimento da área na região. O AmurelTec Digital Connection por exemplo foi criado com a finalidade de fomentar o desenvolvimento profissional de jovens, através de conteúdos relacionados à tecnologia e carreira, bem como, aproximar a comunidade local das empresas do setor tecnológico.

Aproveito e convido vocês para participarem deste evento, basta fazer a inscrição, e comparecer no auditório do Senac Tubarão, dia 10/08/2023, às 18:30. As vagas são limitadas. Inscreva-se e aproveite a oportunidade de conhecer as empresas e profissionais de tecnologia da região: https://amureltec.com.br/digitalconnection


 

Retornando para Luzerna, o Ecossistema de Inovação de Luzerna conquista a premiação de 1° Lugar  das “Cidades Empreendedoras do Brasil” em 2022, para municípios até 50.000 habitantes da ENAP – Escola Nacional de Administração Pública, chancelando esse trabalho desenvolvido por meio da tríplice hélice (Universidade, Governo e Empresas), que caracteriza a dinâmica da inovação num contexto de evolução e interação efetiva entre todos os atores do ecossistema de Luzerna (Etzkowitz; Leydesdorff, 1996).
Quando consideramos as cidades catarinenses e brasileiras, e como os processos são conduzidos, constatamos que muitas precisam avançar do famoso “EGOssistema” para o verdadeiro “ECOssistema”, as lideranças precisam de mais coerência entre a fala e a ação. Os recursos e investimentos precisam ser mais bem geridos e aplicados, sem levar em conta as questões éticas e de anticorrupção.

Será que em pleno século 21, somos inteligentes e capazes de criar tecnologias e inteligências artificiais, mas não somos capazes de agirmos como verdadeiros seres humanos, tomando as melhores decisões e colocando em práticas ações de forma ética em prol de nós mesmos, os cidadãos? E, para o desenvolvimento do bem comum? O que está faltando? COM CERTEZA MAIS INTELIGÊNCIA! EU ACREDITO QUE É POSSÍVEL MUDARMOS ESSA REALIDADE PARA MELHOR, E VOCÊ?

Para interagir com o colunista, os leitores poderão entrar em contato por meio do WhatsApp, no número (48) 98827.8246, ou acompanhar meu perfil no Instagram, ao clicar neste link

Fabrício Attanásio

Inovação & Sustentabilidade

Administrador, professor universitário, palestrante e consultor com experiência de mais de 20 anos em organizações nacionais e internacionais. Idealizador e CEO da i-KOA Inovação & Transformação. É cofundador e coordenador-geral do Comitê ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) de Tubarão e região da Amurel do Movimento Nacional ODS de Santa Catarina.

Opiniões do colunista não representam necessariamente o portal SCTODODIA.com.br

VER COLUNAS
SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.