Quinta-feira, 30 de maio de 2024

COLUNISTAS

Fernando Barbosa dos Santos

Reservas subterrâneas de água em perigo

01/02/2024 18h31 | Por: Fernando Barbosa dos Santos
Imagem: internet

Uma pesquisa inédita, realizada pelo Programa de Estudos Ambientais da Universidade da California (EUA), em Santa Bárbara, publicado na revista Nature, no dia 24 de janeiro de 2024, que mediram o nível das águas subterrâneas em 170 mil poços em mais de 40 países, revela uma realidade alarmante: as reservas subterrâneas de água estão se esgotando rapidamente.

Essas reservas, vitais para milhões de pessoas em todo o mundo, estão sendo exploradas para abastecimento de água potável, irrigação e diversos usos cotidianos, sem um manejo ou aperfeiçoamento de técnicas a situação será agravada exponencialmente.

Este estudo, o primeiro de sua magnitude, destaca a urgência de compreendermos o impacto humano nessas reservas subterrâneas. A iniciativa, ao analisar dados globais, fornece uma visão abrangente das mudanças nos níveis das águas subterrâneas, revelando uma tendência preocupante.

Consequências para o Brasil

A realidade brasileira não está imune a esse cenário crítico. O esgotamento acelerado das reservas subterrâneas e a falta de planejamento em uma política de segurança hídrica efetiva vem afetando diretamente à para que tenha esse cenário de esgotamento dos recursos hídricos, especialmente em regiões onde o acesso à água potável já é um desafio.

No Sudeste, por exemplo, onde se encontra a maior parte da população do país, as reservas subterrâneas são vitais para garantir o fornecimento de água. Mas a realidade brasileira também enfrenta a ameaça das reservas subterrâneas em vista da poluição. Aquíferos cruciais, como o Guarani e o Alter do Chão, estão sob pressão não apenas pela exploração excessiva, mas também pela contaminação devido às atividades industriais, agrícolas e urbanas.

A poluição das águas subterrâneas no Brasil não apenas compromete o acesso a água potável, mas também impacta a produção agrícola e a saúde da população, criando desafios multifacetados que exigem soluções integradas, é imperativo que o não só a nível global e nacional, mas sim estadual e local intensifique esforços para preservar suas reservas subterrâneas e combater a poluição. Isso envolve o fortalecimento de regulamentações ambientais, investimentos em tecnologias de tratamento e gestão consciente dos recursos hídricos.

A nível local encontramos o cenário regional da Região Carbonífera, pois assim como muitas partes do mundo, a região vem observando uma crescente possibilidade de uma crise hídrica acentuada futuramente. É de conhecimento que a região possui uma rica história vinculada à mineração de carvão, uma atividade que, por décadas, desempenhou um papel fundamental na economia local, gerando emprego, prosperidade, desenvolvimento e redução das desigualdades em certo momento histórico.

No entanto, essa atividade, embora tenha contribuído para todos esses pontos positivos, também apresenta desafios significativos para as reservas hídricas na região.

Mas atualmente o setor de mineração vem implementando medidas para minimizar na medida do possível esses impactos no seu histórico, contudo a atividade industrial e agrícola na região pode contribuir para a poluição das águas subterrâneas, representando uma séria ameaça à qualidade desses recursos. A contaminação por substâncias químicas e resíduos pode comprometer não apenas o acesso à água potável, mas também impactar ecossistemas locais.

A ameaça representada pela escassez das reservas subterrâneas é fundamental para o progresso de uma sociedade em diversas dimensões, tais como a econômica, social, institucional e ambiental. Nesse contexto, torna-se crucial a avaliação e implementação de medidas sustentáveis que assegurem a disponibilidade a longo prazo desses recursos, sem comprometer ou prejudicar o desenvolvimento econômico.


Impactos Diretos na População:

Acesso à Água Potável: O declínio das reservas subterrâneas pode impactar diretamente o acesso à água potável para os residentes da região. Com a dependência dessas fontes para abastecimento, a sustentabilidade hídrica local está em jogo.
Agricultura e Economia Local: A agricultura, vital para a economia local, depende significativamente de recursos hídricos. A redução das reservas subterrâneas pode prejudicar a produção agrícola, afetando não apenas os agricultores, mas também a economia da região.

Impacto nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

ODS 3 - Saúde e Bem-estar: As práticas passadas de mineração podem ter causado a contaminação de aquíferos e corpos d'água locais, afetando a disponibilidade de água potável. A poluição hídrica representa uma ameaça direta para a saúde pública, aumentando o risco de doenças relacionadas à água.

ODS 6 - Água Limpa e Saneamento: A contaminação das águas subterrâneas por poluentes compromete diretamente o ODS 6, que visa assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todos. No Brasil, onde a poluição é uma crescente preocupação, a qualidade da água subterrânea está sob ameaça, afetando comunidades que dependem dessas fontes.
ODS 13 - Ação contra a Mudança Global do Clima: A poluição das águas subterrâneas intensifica os impactos das mudanças climáticas, conectando-se ao ODS 13, que busca ação climática urgente. No Brasil, os efeitos combinados da exploração e poluição comprometem a resiliência do país diante dos desafios climáticos.

ODS 15 - Vida Terrestre: A contaminação dos aquíferos prejudica a biodiversidade e a qualidade dos solos, afetando diretamente o ODS 15. No Brasil, rios e aquíferos importantes para a diversidade biológica correm o risco de degradação devido à poluição, ameaçando ecossistemas terrestres.


Soluções Necessárias:

Monitoramento e Gestão Sustentável: É crucial implementar sistemas eficazes de monitoramento do nível das águas subterrâneas na região. A gestão sustentável desses recursos deve ser priorizada, considerando as demandas locais e a necessidade de preservação.

Transição para Atividades Sustentáveis: Promover uma transição gradual para atividades econômicas mais sustentáveis, reduzindo a dependência contínua das reservas subterrâneas para atender às necessidades locais.
Conscientização e Envolvimento Comunitário: Incentivar a conscientização sobre o uso responsável da água e os impactos da poluição é fundamental. Engajar a comunidade na preservação desses recursos é uma peça-chave para enfrentar os desafios locais.

Frente a esse cenário desafiador, é imperativo que se intensifique esforços para preservar suas reservas subterrâneas e combater a poluição. Isso envolve o fortalecimento de regulamentações ambientais, investimentos em tecnologias de tratamento e gestão consciente dos recursos hídricos.

Globalmente, a cooperação internacional se torna crucial para enfrentar a poluição transfronteiriça das águas subterrâneas, garantindo que a ação seja coordenada e abrangente.

Ao enfrentar esses desafios, não apenas resguardamos a água como um recurso vital, mas também protegemos ecossistemas, promovemos a saúde pública e garantimos um futuro sustentável para as gerações presentes e futuras. A água, fundamental para a vida, merece nosso compromisso conjunto na busca por soluções duradouras e eficazes.
 

Fernando Barbosa dos Santos

Fernando Barbosa dos Santos

Fernando Barbosa dos Santos é consultor em Desenvolvimento Sustentável, atuando como advocacy ODS/SDG, plano de desenvolvimento local. Realiza pesquisa na área de desenvolvimento sustentável das cidades, resultando na criação da Simbiose Urbana. Atualmente é coordenador geral do comitê ODS Criciúma que compreende AMREC e AMESC no Movimento Nacional ODS SC.

Opiniões do colunista não representam necessariamente o portal SCTODODIA.com.br

VER COLUNAS
SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.