Quarta-feira, 29 de maio de 2024

COLUNISTAS

Katiane Vieira

As chaves secretas para uma vida de sucesso e equilíbrio 

22/11/2023 09h00 | Por: Katiane Vieira

Caro leitor, nossa reflexão de hoje será um pouco extensa, porém, como Resiliência e Gestão do Estresse são dois temas importantes, e que andam de mãos dadas, eu não poderia deixar de trazer uma informação mais completa. 

No mundo acelerado de hoje, onde a mudança é a única constante, a resiliência e o gerenciamento do estresse não são apenas habilidades, mas necessidades. Eles são as chaves para desbloquear nossa força interior e nos adaptarmos aos desafios imprevisíveis da vida.  

Hoje, exploraremos como cultivar a resiliência e gerenciar o estresse de forma eficaz, garantindo que não apenas sobrevivamos, mas prosperemos diante da adversidade.  Ao final desta reflexão sobre resiliência e gestão do estresse, você perceberá que, embora distintos, esses conceitos se entrelaçam e se complementam em nossa jornada de desenvolvimento pessoal e profissional.  

Entendendo a resiliência  

A resiliência é frequentemente entendida de forma simplista, como se fosse apenas uma “questão de se recuperar rapidamente” de dificuldades ou adversidades. No entanto, é muito mais do que isso. Trata-se de aprender, crescer e emergir mais forte dos desafios.  

Envolve uma profunda transformação interior, remodelando a forma como percebemos e interagimos com o mundo.  O que envolve a adoção de alguns comportamentos, por exemplo: 

1. Mentalidade de crescimento: Cultivar uma mentalidade de crescimento é fundamental. Significa ver os desafios como oportunidades de crescimento, em vez de obstáculos intransponíveis. Quando abraçamos essa mentalidade, os contratempos se tornam degraus para o sucesso.   

2. Consciência emocional: Estar em sintonia com nossas emoções é crucial. Reconhecer e aceitar nossos sentimentos, sejam positivos ou negativos, nos permite navegar por eles de forma mais eficaz. Trata-se de gerenciar emoções, não de suprimi-las.   

3. Sistemas de suporte: Nenhum ser humano é uma ilha. Ter um forte sistema de apoio - amigos, família ou ajuda profissional - pode reforçar significativamente nossa resiliência. É importante buscar e oferecer apoio, criando uma rede de força compartilhada.   

Gerenciando o estresse 

Já o estresse, frequentemente pintado como um vilão em nossas vidas, na verdade, desempenha um papel complexo e, às vezes, até benéfico. Ao invés de buscar eliminá-lo completamente - o que é impraticável -, o objetivo mais saudável e realizável é aprender a gerenciá-lo eficientemente. Vamos mergulhar em como podemos transformar o estresse de um inimigo temido em um aliado compreendido. 

1. Reconhecendo o estresse: O primeiro passo para gerenciar o estresse é reconhecê-lo. Isso envolve entender os gatilhos pessoais de estresse e os sinais físicos e emocionais que acompanham. Seja uma sensação de ansiedade, uma dor de cabeça recorrente ou irritabilidade, reconhecer esses sinais nos ajuda a agir antes que o estresse se torne avassalador. 

2. Técnicas de redução de estresse: Existem inúmeras técnicas para reduzir o estresse. Algumas das mais eficazes incluem: 

    - Mindfulness e meditação: Práticas de mindfulness ajudam a centrar a mente, trazendo um estado de consciência e calma que pode aliviar o estresse. Meditações guiadas, atenção plena durante atividades diárias ou simplesmente reservar um momento para respirar profundamente podem fazer uma grande diferença. 

    - Atividade física regular: O exercício físico é um poderoso dissipador de estresse. Ele libera endorfinas, os químicos naturais do bem-estar do corpo, e ajuda a limpar a mente. Não precisa ser uma sessão intensa de ginástica; uma caminhada tranquila, yoga, ou até dançar na sala de estar podem ser tremendamente eficazes. 

    - Técnicas de Relaxamento: Práticas como yoga e mesmo hobbies relaxantes como jardinagem ou pintura, podem ser muito eficientes na redução do estresse. O relaxamento não é apenas sobre "não fazer nada", mas sobre engajar em atividades que rejuvenescem o corpo e a mente. 

3. Estilo de vida equilibrado: Manter um estilo de vida equilibrado é crucial. Isso inclui sono adequado, uma dieta saudável e tempo para atividades de lazer. Trata-se de encontrar harmonia entre o trabalho e a vida pessoal.  O estresse pode ser exacerbado por hábitos alimentares ruins e falta de sono. Portanto, cuidar da alimentação e garantir um sono adequado são passos essenciais para um melhor manejo do estresse. 

4. Gerenciamento de tempo e prioridades: Frequentemente, o estresse surge de se sentir sobrecarregado e sem tempo suficiente para realizar tudo. Aprender a gerenciar o tempo eficazmente, estabelecer prioridades claras e saber dizer "não" quando necessário, pode reduzir significativamente os níveis de estresse. 

5. Busca de apoio: Conversar com amigos, familiares, ou buscar o auxílio de um profissional pode ser extremamente benéfico. Compartilhar preocupações e desafios com outros não só proporciona alívio emocional, mas também pode oferecer novas perspectivas e soluções. 

Por fim, A resiliência, com sua ênfase na adaptação e crescimento perante desafios, é como uma fundação sólida sobre a qual construímos nossa capacidade de enfrentar adversidades. Ela nos ensina a transformar as experiências difíceis em oportunidades de aprendizado e fortalecimento. Por outro lado, a gestão eficaz do estresse é uma ferramenta crucial que nos permite navegar pelos mares agitados da vida cotidiana sem nos perdermos em meio às tempestades emocionais e físicas. Ela nos oferece estratégias práticas para manter o equilíbrio e a serenidade, mesmo diante de pressões e exigências intensas. 

Juntas, a resiliência e a gestão do estresse formam um par poderoso: a resiliência nos empodera para encarar as mudanças e dificuldades com uma mentalidade de crescimento e adaptabilidade; a gestão do estresse nos proporciona as ferramentas necessárias para manter o bem-estar e a clareza mental nesse processo. Assim, ao cultivarmos ambos, não apenas sobrevivemos às adversidades, mas também prosperamos, encontrando significado e satisfação mesmo nos momentos mais desafiadores. 

Em suma, enquanto a resiliência nos molda para sermos mais fortes e adaptáveis, a gestão do estresse assegura que mantenhamos nossa saúde mental e física durante esse processo. A harmonia entre esses dois elementos é a chave para uma vida plena, produtiva e equilibrada. Convido a cada um de vocês a refletir sobre como podem fortalecer sua resiliência e aprimorar suas técnicas de gestão do estresse, trilhando assim um caminho de bem-estar e realização pessoal e profissional.

Katiane Vieira

Desenvolvimento 360º

Escritora, treinadora e palestrante com foco em mudança de comportamento. Graduada em marketing, mestre em gestão de negócios e gestão de pessoas, várias formações e especializações em ciência do comportamento como: psicologia positiva, mindfulness, liderança, autoconhecimento, inteligência emocional, programação neurolinguística (PNL), coaching e neurociência do comportamento. Autora de vários livros sobre desenvolvimento humano e fundadora do Método E.C - Expansão da Consciência.

Opiniões do colunista não representam necessariamente o portal SCTODODIA.com.br

VER COLUNAS
SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.