Sexta-feira, 19 de abril de 2024

COLUNISTAS

Katiane Vieira

Você se cobra demais? Reconheça 4 sinais clássicos

25/10/2023 18h12 | Por: Katiane Vieira

Certamente você já ouviu falar em autocobrança, mas sabe identificar quando está exigindo demais de si mesmo? Entender os sinais de que você pode estar ultrapassando seus limites é fundamental para um equilíbrio emocional saudável. Na coluna de hoje, abordaremos alguns desses sinais que podem parecer inofensivos, mas indicam que talvez seja hora de se cobrar menos. 

Antes de tudo, é essencial ressaltar que não estamos falando de abolir a autocobrança. É sobre evitar o excesso: a ideia de que você deve dar conta de tudo, ser perfeito, ajudar a todos e nunca cometer erros. A autocobrança é essencial para lidar com as tarefas diárias e manter nossas responsabilidades, mas em excesso pode prejudicar nosso desenvolvimento emocional, pessoal e profissional. 

Quando você se cobra demais, cria uma rigidez emocional que gera estresse, tensão, crises de pânico, ansiedade, depressão e sentimentos de paralisia nas decisões diárias. E, vamos ser sinceros, em um mundo competitivo como o nosso, é difícil encontrar alguém que não tenha se cobrado excessivamente em algum momento da vida. 

Mas o foco é não se martirizar. O importante é tomar consciência desse comportamento para combater essa pressão e viver de maneira mais leve. 

Então, vamos aos sinais clássicos de que você pode estar se cobrando demais: 

Não atingir seus objetivos totalmente: Se você acredita que seus resultados nunca estão suficientemente bons, isso é um sinal de perfeccionismo e autocobrança excessiva. Você se cobra para atingir a perfeição, o que, por sua vez, gera estresse e insatisfação constante. 

Sentir culpa em excesso: Sentir-se culpado por algo é natural, mas quando essa culpa se transforma em um ciclo constante de autocrítica, mesmo por coisas mínimas, é um claro sinal de autocobrança exacerbada. 

Procrastinação: Surpreendentemente, a procrastinação também é um sinal de autocobrança excessiva. Adiar decisões e ações, na expectativa de que serão perfeitas quando realizadas, pode levar à culpa por não ter agido antes. 

Tentar agradar sempre aos outros: A intensa autocobrança muitas vezes leva as pessoas a priorizarem os desejos e necessidades dos outros em detrimento dos seus próprios. Esse padrão pode resultar em constante culpa e insatisfação consigo mesmo. 

Quando nos cobramos demais, não conseguimos descansar como merecemos. Nossa mente está sempre em alerta, o que, a longo prazo, pode prejudicar nossa saúde mental e bem-estar físico. Por isso, é fundamental estar atento a esses sinais no dia a dia e buscar um equilíbrio saudável na maneira como nos cobramos. 

A autocobrança, quando equilibrada, é parte do nosso crescimento e evolução. Mas é crucial que isso aconteça de forma saudável, sem gerar prejuízos em nossa vida pessoal, profissional e empresarial. 

Fique atento a esses sinais e, se perceber que eles estão presentes de forma intensa e constante, considere buscar ajuda profissional para trabalhar essas questões de forma mais assertiva. 

E agora, pense um pouco: você se cobra demais? Como lida com essa autocobrança? 

PS: Aproveite para acompanhar meus conteúdos diários no perfil @KatianeVieiraOficial no Instagram e Facebook, para ficar por dentro do universo do desenvolvimento humano. 

Você sabe qual é o seu nível de inteligência emocional? 

A Inteligência Emocional é a capacidade de controlar e expressar emoções de forma assertiva. Em meu site, disponibilizo um teste gratuito de Inteligência Emocional. Faça o teste agora para descobrir seu nível e os aspectos que precisa melhorar. Clique aqui! 

 

 

Katiane Vieira

Desenvolvimento 360º

Escritora, treinadora e palestrante com foco em mudança de comportamento. Graduada em marketing, mestre em gestão de negócios e gestão de pessoas, várias formações e especializações em ciência do comportamento como: psicologia positiva, mindfulness, liderança, autoconhecimento, inteligência emocional, programação neurolinguística (PNL), coaching e neurociência do comportamento. Autora de vários livros sobre desenvolvimento humano e fundadora do Método E.C - Expansão da Consciência.

Opiniões do colunista não representam necessariamente o portal SCTODODIA.com.br

VER COLUNAS
SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.