Segunda-feira, 24 de junho de 2024

COLUNISTAS

Kelley Alves

Enquanto Executivo e Legislativo de Criciúma brigam por maiores salários, sociedade devolve: e os Professores?

29/05/2024 20h54 | Por: Kelley Alves
Imagem: SECOM Criciúma

O jogo do efeito dominó salarial entre os poderes públicos, um drama que faz a população revirar os olhos só de ouvir falar. O mais recente episódio se deu em Criciúma com a votação do Projeto de Lei 33/2024, que propôs aumentos para os salários do prefeito, vice-prefeito e secretários. Claro, é justificado como ajuste pela inflação, mas o resultado é um aumento de remuneração que não passa despercebido.

A vereadora Giovana Mondardo colocou a cereja no bolo ao questionar por que um vereador ganha menos que um secretário. Essa pergunta não só ecoa pela cidade como também faz surgir um efeito cascata: por que um prefeito ganha menos que um secretário de estado, que por sua vez ganha menos que um governador, que ganha menos que um ministro... E assim vamos.

Mas, enquanto essa disputa salarial toma palco dos cargos políticos, uma outra parte da sociedade, bem menos favorecida, faz um questionamento talvez nada justo, quando comparado ao grupo anterior: e os professores?
Comparar cargos políticos e uma profissão de tamanha responsabilidade como a de professor (os pais que o digam) pode nunca ser totalmente justo, mas vamos aos números:

De acordo com o Projeto de Lei 33/2024, os novos salários são:

- Prefeito: R$ 30.103,83 (antes R$ 29.113,96) – aumento de 3,4%
- Vice-prefeito: R$ 15.051,92 (antes R$ 14.556,98) – aumento de 3,4%
- Secretários: R$ 18.611,62 (antes R$ 17.999,64) – aumento de 3,4%

Tem outro Projeto de Lei, o 32/2024, que definiu o salário dos vereadores de Criciúma em R$ 11.653,25. O presidente da Câmara recebe um subsídio mensal fixo de R$ 15.264,57 

Agora, passemos para a realidade dos professores da Rede Municipal de Criciúma, conforme dados do portal da transparência de 2024 (valores calculados para 20 horas):

- Professor de nível inicial: R$ 2.109,43
- Professor ACT: R$ 2.109,00
- Professor de nível mais alto: R$ 2.808,24

Agora, algumas comparações...

O salário do prefeito é aproximadamente:

- 14,3 vezes o salário de um professor de nível inicial
- 14,3 vezes o salário de um professor ACT
- 10,7 vezes o salário de um professor de nível mais alto

E o salário de um secretário:

- 8,8 vezes o salário de um professor de nível inicial
- 8,8 vezes o salário de um professor ACT
- 6,6 vezes o salário de um professor de nível mais alto

Alguém pode aqui se apegar às 20 horas que ficaram claras na menção dos valores. Bem, vamos em frente: um professor no nível magistério (que dá aulas para o ensino Médio) que trabalha 40 horas tem um salário de R$4.363.02, de acordo com o portal da transparência. 

Com mais gratificação de regência de classe de R$1.745.20 isso vai para R$6.108,22. Com nível superior, as 40 horas são remuneradas em R$5.279,31, com mais a regência de classe de R$2.111,72 recebe total de R$7.391,04.

Ou seja, mesmo em fim de carreira o salário é bem menor que do próprio vereador de R$ 11.653,25. E professor trabalha todos os dias. Em sala de aula, em casa, na hora da folga. O vereador tem 2 sessões de trabalho por semana e algumas reuniões esporádicas se participa de alguma comissão.

Vamos às contas?

Neste cenário:

 O salário de um vereador é aproximadamente:

- 2,8 vezes o salário de um professor de nível magistério
- 1,6 vezes o salário de um professor de nível superior

O salário do presidente da Câmara é aproximadamente:

- 3,7 vezes o salário de um professor de nível magistério
- 2,1 vezes o salário de um professor de nível superior

E para não dizerem que estamos de perseguição com lado A ou B, vou aqui rascunhar o outro comparativo, com base nas 40 horas trabalhadas pelo professor:

- O salário do prefeito é aproximadamente 4,9 vezes o salário de um professor de nível magistério e 4,1 vezes o salário de um professor de nível superior.
- Do vice-prefeito é aproximadamente 2,5 vezes o salário de um professor de nível magistério e 2 vezes o salário de um professor de nível superior.
- E de um secretário é aproximadamente 3 vezes o salário de um professor de nível magistério e 2,5 vezes o salário de um professor de nível superior.

Discrepância que faz qualquer um levantar as sobrancelhas. Principalmente considerando um cenário onde os professores, promordiais para a formação das futuras gerações, ganham bem menos que os secretários municipais, a sociedade devolve a pergunta: por que os professores recebem tão menos?

Enquanto o Executivo e o Legislativo de Criciúma debatem quem deve ganhar quanto, talvez seja hora de incluir os professores nessa "disputa". Afinal, são eles que, com salários muito mais modestos, carregam a responsabilidade de educar e preparar as futuras lideranças da cidade e do país. E a sociedade, mais do que nunca, parece estar ciente disso e exige respostas.

 

Kelley Alves

As últimas da política

"O Trás do de Trás" não é apenas mais uma análise superficial dos eventos políticos; é uma jornada profunda rumo ao cerne das questões. Desafiando as narrativas convencionais e desvendando os verdadeiros interesses por trás das manchetes, revelando os jogadores ocultos que moldam o curso da história.

VER COLUNAS
SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.