SCTODODIA - Ligados em tudo

Escolha a sua região:

Aprenda a acumular milhas >FAZER O CURSO!
Sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024

COLUNISTAS

Lucas Marques

As lições que o Hercílio Luz precisa tirar da derrota em Chapecó

23/01/2024 11h05 | Atualizada em 23/01/2024 14h01 | Por: Lucas Marques
Foto: Thiago Meneguini/ACF

O começo da temporada 2024 não foi dos mais positivos para o Hercílio Luz. A derrota diante da Chapecoense, na Arena Condá, aliada ao desempenho abaixo da critica da equipe preocupou uma parcela da torcida colorada. A partida marcou a estreia do técnico Felipe Moreira e já trouxe lições importantes para o novo comandante.

Ao ser convocado pelo Hercílio Luz, Felipe foi premiado com uma oportunidade de ouro para sua recém-iniciada carreira como técnico. É visível que o treinador de 42 anos quer mostrar suas credenciais logo de início e montar uma equipe com ‘sua cara’, mas o primeiro recado entregue pelo campo no baque em Chapecó não poderia ser mais claro: não há necessidade de mexer no que funciona.

Ao deslocar Ingro para a ponta direita, Felipe abriu mão de um dos meio-campistas mais produtivos do estado. O camisa 10 foi, inclusive, um dos poucos que se salvaram no vexame diante do Marcílio Dias, na semifinal da Copa SC do ano passado. De contrato renovado e com valorização salarial, não há porque tirar Ingro de sua melhor função e perder criatividade – palavra chave do que faltou ao Hercílio no sábado.

publicidade

Outro ponto a ser notado passa pelo encaixe da trinca do meio-campo. Igor Silva (Jean Martim), Alison e Paulinho foram os escolhidos em uma tentativa de ocupação de espaços com vigor físico, porém o trio acabou envolvido nas trocas de paases de Marlone e Osman. Faltou criação no ataque e proteção na defesa, prioridade na ocasião. Não repetiria a dose contra o Avaí em casa.

No ataque, Carlos Renato foi a opção pela ponta esquerda. Canhoto e colecionando suas melhores atuações recentes no lado inverso do campo, Renato pareceu deslocado e fora de ritmo por ali, errando domínios e passes simples, além de não acompanhar muitas das subidas de Mailton. Na segunda etapa, Anderson Ligeiro voltou ao time e reeditou a parceria com Lazaroni – sucesso em 2023 – melhorando a presença ofensiva do Hercílio no setor.

A derrota no Oeste catarinense está longe de ser o fim do mundo, mas serve de alerta para o Intrépido de que o campeonato será mais disputado em 2024 do que na temporada anterior. Contra o Avaí, diante de sua torcida, Felipe Moreira terá um teste de fogo quanto sua capacidade de adaptação e leitura de jogo – é hora de mostrar suas credenciais e afirmar que não tem compromisso com o erro.

Lucas Marques

Chute cruzado

Coordenador de esportes da Rádio Cidade Tubarão, apresentador do programa diário Central do Esporte e dos semanais Grande Área Debate e Grande Área Entrevista, co-host e produtor do Cidade a Caminho da Copa, colunista do portal SC Todo Dia, apaixonado por futebol, política e maradoniano devoto. Você me encontra nas redes sociais no @uMarrques

Opiniões do colunista não representam necessariamente o portal SCTODODIA.com.br

VER COLUNAS
SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.