Aprenda a acumular milhas >FAZER O CURSO!
Terça, 05 de março de 2024

COLUNISTAS

Lucas Marques

Castigado pelas lesões, Hercílio Luz empata com o Aimoré na estreia

08/05/2023 10h34 | Atualizada em 08/05/2023 13h31 | Por: Lucas Marques
Foto: William Lampert/HLFC

O Hercílio Luz voltou a disputar uma competição nacional após quatro anos. O torcedor, empolgado pela campanha no Estadual, era só ansiedade para o jogo do último domingo. Com a divulgação da escalação, casando peças já conhecidas com reforços de bom nível, esse ânimo ganhou eco.

Até esse momento, tudo se tratava de projeções e análises, mas depois do apito inicial tudo muda - a primeira rodada de resultados surpreendentes do próprio grupo do Leão do Sul já mostrava isso. Em São Leopoldo, entretanto, o jogo se desenhou sem grandes surpresas. Equilibrado, o confronto viu o Hercílio Luz criar boas oportunidades, desperdiçadas por Juliano e Anderson Ligeiro; mandante, o Aimoré também exigiu boas defesas do estreante Rafael Pin.

A dobradinha Juliano/Leozinho pela direita dava sinais de que seria produtiva e imprevisível, mas precisou ser desmanchada ainda na primeira etapa em virtude da lesão de Raynan, titular na lateral direita também por conta da ausência do machucado Cleiton. Juliano foi recuado e Erik entrou, alterando a característica por ali.

Clique aqui e receba todas minhas colunas e outras produções direto no seu WhatsApp

publicidade

No meio, Dener como primeiro volante e Igor Silva mais adiantado pela esquerda. Com muita marcação e bom passe, imagino que a dupla foi pensada para compensar a ofensividade de Juliano e Leozinho pelo outro lado, mas traria um conservadorismo desnecessário para a segunda etapa; com isso, Cabeça entrou na vaga de Dener para novamente ser o elo de ligação entre o meio e o ataque, e mais tarde Igor Silva precisou sair por conta de uma lesão. Na frente, Ligeiro foi o ponto negativo, parecendo fora de sintonia com os companheiros em dados momentos da partida.

Apesar da pequena amostragem, Halef Pitbull demonstrou ser o centroavante que a Série D pede: físico, com pivô e presença de área. Foi pouco acionado, mas na bola que chegou pelo alto, exigiu grande defesa do goleiro do Aimoré.

Em suma, o empate não é um resultado ruim. O Hercílio Luz enfrentou um adversário remontado com relação ao Gauchão e jogou fora de casa. A dor de cabeça do técnico Raul Cabral não será pelo resultado, mas sim pelos possíveis desfalques já nas primeiras rodadas da competição.

Por fim, expresso meu apoio ao capitão Rafael Lima, que denunciou um caso de racismo contra ele ocorrido antes da partida de ontem. Que o agressor seja punido e as federações tratem o caso com a devida gravidade.

Lucas Marques

Chute cruzado

Coordenador de esportes da Rádio Cidade Tubarão, apresentador do programa diário Central do Esporte e dos semanais Grande Área Debate e Grande Área Entrevista, co-host e produtor do Cidade a Caminho da Copa, colunista do portal SC Todo Dia, apaixonado por futebol, política e maradoniano devoto. Você me encontra nas redes sociais no @uMarrques

Opiniões do colunista não representam necessariamente o portal SCTODODIA.com.br

VER COLUNAS

MAIS LIDAS

Em breve
SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.