Segunda-feira, 15 de abril de 2024

COLUNISTAS

Luiz Gustavo Kabelo

A grande discussão: quem é a geração “mimada”?

18/07/2023 20h10 | Por: Luiz Gustavo Kabelo
Foto: SCTodoDia / Reprodução

Em comentários e posts das redes sociais, não é incomum encontrarmos críticas às gerações mais novas. Em alguns casos, essa discussão chega às famílias, em que, por vezes, um membro de mais idade idealiza como os grupos mais novos devem se comportar, agir e trabalhar. Em termos mais generalizantes, tem-se uma nova geração mais equilibrada, sensível e empática no que se refere ao trabalho e à vida pessoal. Porém, é também muito criticada e julgada como preguiçosa e infantil. Em alguns casos, o julgamento vem até mesmo de seus pais, que por vezes invalidam seus processos.

Pensando numa linha de transposição de papéis, os “mimados” não hesitam em impor seus conceitos e suas vontades, destilando seus preconceitos, amaldiçoam e invalidam os mais novos. Gritam aos quatro cantos quando suas vontades não são atendidas, como um recém-nascido grita pela mãe. Acho que aqui você compreendeu quem faz, também, o papel de mimado da história. O que me pergunto é: O que lhes falta? O que estão pedindo? Percebo que esse tom autoritário e raivoso revela uma falta que suas vidas não preencheram. Neste caso, o que resta é chamar a atenção para as gerações mais novas. Noto que, com medo de terem perdido valor depois de tanto tempo de luta e trabalho, muitas vezes são socialmente descartados, sem sombra de reciclagem.

Com todo esse movimento, podemos entender também essa “briga” de gerações por outro viés: a ingratidão do mercado de trabalho, semelhante a um pai que abandona seu filho sem previsão de regresso. Essa rejeição deixa um vazio e uma angústia que os faz clamar por uma solução. Sem um devido cuidado, uma das formas de exteriorizar essa dor é projetá-la naqueles que não tem culpa alguma. 

É importante compreender que a morte do meu mundo não é a morte do mundo como um todo. O luto pelo qual as gerações anteriores passam é verdadeiro, mas isso não justifica o ódio e o rancor destilado nas redes para os mais jovens, já que, talvez, todo esse conteúdo sentimental e amargurado esteja voltado para os sujeitos errados.

Ao mesmo tempo, é importante destacar que não podemos culpabilizar totalmente as gerações anteriores por cada trauma gerado nos mais novos. Nos últimos tempos a humanidade evoluiu a passos largos, mas a cerca de cem anos atrás não se falava da psicopatologia infantil; a psicologia é uma ciência relativamente nova, em que estudamos e descobrimos questões novas que não eram debatidas à priori e, tão pouco, entendíamos as mentes humanas e seus comportamentos. Seria muito fácil culpabilizar nossos cuidadores por todos os nossos fracassos. O acesso generalizado à informação – e desinformação – aumentou nas últimas décadas com a ascensão da internet – e nem todos tem acesso a ela com facilidade-, e com isso, veio uma aceleração nos processos de entendimento do humano, algo que não se poderia prever. 

Em nossos processos psicológicos o cérebro, em busca de economizar energia, nos faz buscar a solução mais fácil para parar a dor, porém, nem sempre é a solução mais efetiva. Resta às novas gerações entenderem essa questão e, dentre outros processos pessoais, buscar acompanhamento psicoterápico, sendo ele uma forma de lidar com quem, por vezes, joga questões mal resolvidas sobre elas.

https://linktr.ee/GustavoKabelo?fbclid=PAAab0onLBWHnmb5lnzUZ5SbeGXzvLKGUq48EF8LCiZyEx2z_nTpb_1KgnnvU_aem_AUHkpGcn7no-fSmG5zUT7Xi9Mf5Y6EFQTRjiJTiJHJoCTyaCj2sjB-Si7Uhks2CclOY

Luiz Gustavo Kabelo

Além do Eu

Luiz Gustavo Pereira é compositor e escritor com dezenas de trabalhos lançados por bandas e sua produtora. É acadêmico de Psicologia e foi um dos fundadores da Liga Acadêmica de Saúde e Espiritualidade (Lasesp) e é membro da Liga Acadêmica de Psicanálise (Lepsic).

Opiniões do colunista não representam necessariamente o portal SCTODODIA.com.br

VER COLUNAS
SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.