SCTODODIA - Ligados em tudo

Escolha a sua região:

A concorrência cresce no digital e sua empresa não tem presença online?EVOLUA!
Segunda-feira, 04 de julho de 2022

COLUNISTAS

Matheus Aguiar

Não é só por R$ 1

03/06/2022 10h57 | Atualizada em 03/06/2022 13h58 | Por: Matheus Aguiar
Foto: Rádio Cidade

O que pode ser feito com R$ 40 hoje em dia? Para uma família, a pergunta exige tempo para pensar. O valor não paga um almoço para um casal, por exemplo. Assistir a um filme no cinema? Difícil. Abastecer o carro e passear? Talvez. Mas aí é preciso pensar no destino e, talvez, levar água e comida de casa. Tem sido difícil se divertir, afinal.

Agora imagine viver. Isso mesmo. Com R$ 40 até dá para comprar dois pacotes de café de 500g. Mas, e o leite? E o açucar? E o filtro? Com R$ 40 dá para abastecer o armário com arroz, feijão, trigo. Mas tem que ser tudo contadinho. Se encher demais a cestinha (já viu como até os carrinhos estão mais solitários ultimamente?) você corre o risco de gastar mais do que R$ 40.

E por que falo isso? Porque R$ 40 fazem muita falta no Brasil atual. É difícil subtrair o valor do orçamento mensal, tão combalido ultimamente. Falo isso também porque o valor da passagem de ônibus em Tubarão aumentou R$ 1 essa semana. Assim, de uma hora para outra. Com o aviso em cima da hora. Com uma justificativa prudente (o preço do diesel estourou, por exemplo), mas, pra variar por aqui, com pouquíssima ou quase nenhuma discussão com a sociedade. Em um cálculo básico, por baixo, como dizem, se o cidadão utilizar o ônibus duas vezes por dia, cinco vezes por semana, 20 vezes no mês, gasta R$ 40. 

Afinal, por que as pessoas continuam utilizando ônibus ruins se já ouvimos várias promessas de melhoria da frota? Por que o morador do Bom Pastor que vai para o São Martinho precisa pegar dois ônibus e pagar duas passagens, se ouvimos promessas de tarifa única? Por que, afinal, o transporte coletivo de Tubarão continua sendo tão frágil?

O Terminal, aliás, anda vazio, triste. A estátua de Getúlio Vargas até é fotografada, mas só ela. E quem utiliza ônibus, certamente, aproveita para pensar, durante o trajeto para a casa ou para o trabalho, o que vai precisar cortar na hora de ir ao mercado para pagar R$ 40 a mais para utilizar o transporte "coletivo". E tem que ser no inverno. Já andou de ônibus em Tubarão no verão? 

publicidade

Matheus Aguiar

Rádio Cidade Tubarão

Coordenador de jornalismo na Rádio Cidade Tubarão e apresentador do Jornal da Rádio Cidade. Aqui, política e esporte se misturam.

VER COLUNAS
SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.