Sexta-feira, 21 de junho de 2024

COLUNISTAS

Milton Alves

Joares, Lula, e o gênio da lâmpada

14/06/2023 14h46 | Por: Milton Alves

Se eu estivesse caminhando pelas ruas da cidade, e tropeçasse numa lâmpada com um gênio que me oferecesse o direito de fazer até três pedidos, agradeceria, mas dos três faria apenas um. Somente um. Nada mais do que um. Me bastaria apenas saciar o desejo de descobrir quantos desses tubaronenses, que se intitulam “guardiões da moral” - e que nas últimas horas se aproveitam de um vídeo do prefeito em forma de apelo para promover um verdadeiro linchamento da imagem de Joares Ponticelli - votaram no Lula. Só isso, nada mais que isso. Ah como eu gostaria de saber quais são aqueles que vociferam contra os ditos “políticos desonestos” da cidade, mas votaram no Lula.

O teor do vídeo (sequência...) 

E já que toquei no assunto aproveito para fazer uma rápida análise sobre o ocorrido. Esse vídeo que circula com uma manifestação pública do prefeito Joares não é novo. Trata-se de uma compilação de frases retiradas das gravações de um depoimento que concedeu a Justiça e ao Ministério Público algumas semanas atrás. Apesar da compilação, não há nenhuma edição que altere o sentido das frases. Foi a rigor, como bem se pode observar, mais um momento de desabafo por parte do prefeito que, a bem da verdade, teve nessa a única oportunidade até agora de se dirigir ao cidadão catarinense. E mais: Joares repete tudo aquilo que disse aos assessores diretos, no dia em que foi conduzido pelas autoridades; aos promotores e agentes que o interrogam desde a fase inicial do processo; aos advogados que o defendem e mais recentemente aos membros do judiciário: torce para que tudo corra o mais rápido possível para que ele possa mostrar sua inocência, provar que foi envolvido de forma equivocada, ou intencional, por parte de quem o delatou, e tentar, aqui fora, resgatar tanto a sua honra quanto a da sua família. Aguardemos pois.

As relações comerciais com a Argentina

Será que nem a amizade do presidente Lula com o argentino Alberto Fernández vai ajudar a solucionar essa questão? Para quem ainda não sabe as medidas restritivas nas importações adotadas pela Argentina já contabilizam um impacto negativo em 77% das empresas exportadoras brasileiras. E isso porque ainda nem começou a parceria “sem limites”, que nossos vizinhos estão prometendo fazer com a China. Esses são dados da Confederação Nacional da Indústria (CNI), e equivalem ao período de outubro de 2022 a março de 2023, exatamente o período de seis meses da implementação do SIRA, o Sistema de Importações da República da Argentina. A medida é uma tentativa do governo argentino de controlar a cadeia de abastecimento e monitoramento das operações de comércio exterior diante da situação fiscal e da queda nas reservas cambiais. Infelizmente está sobrando para nossa indústria.

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.