Sábado, 25 de maio de 2024

COLUNISTAS

Paulo Monteiro

125 anos de cinema brasileiro e novos trailers para você ficar de olho

22/06/2023 19h26 | Por: Paulo Monteiro

Ah, o cinema nacional. Todo brasileiro que é apaixonado por filmes certamente já teve aquela fase em que, por puro desconhecimento e ignorância, alimentava um verdadeiro desdém por obras nacionais. Quanto mais a gente as assiste e conhece, no entanto, mais passa a admirar. 

Para ser sincero, é simplesmente impossível não se apaixonar pelo cinema brasileiro. 

O cinema do Brasil completou 125 anos nesta semana. Eu, particularmente, ainda tenho muito o que assistir nesse cenário. Nunca visitei os clássicos de Glauber Rocha (como Deus e o Diabo na Terra do Sol) e Eduardo Coutinho (como Cabra Marcado para Morrer), e ainda devo muito aos modernos, como Aquarius (de Kléber Mendonça Filho) e A Vida Invisível (de Karim Aïnouz).

Mesmo assim, há alguns sentimentos que, geralmente, apenas o cinema nacional consegue transmitir. Pertencimento e compreensão (se é que este segundo é, de fato, um sentimento), são os principais deles. É muito fácil se identificar com filmes brasileiros, seja pela realidade dos personagens retratados ou, até mesmo, por aqueles cenários com o copo americano na mesa e a toalha de louça bordada na beira do fogão. 

E em homenagem aos 125 anos do cinema nacional, decidi trazer na minha primeira coluna no SC Todo Dia uma lista breve de alguns dos melhores filmes brasileiros que eu já assisti (sabendo, obviamente, que ainda há muito o que se ver): 

1 - Eles Não Usam Black Tie, de Leon Hirszman (disponível na Globoplay)
Em São Paulo, em 1980, o jovem operário Tião e sua namorada Maria decidem se casar ao saber que a moça está grávida. Ao mesmo tempo, eclode um movimento grevista que divide a categoria metalúrgica. Preocupado com o casamento e temendo perder o emprego, Tião fura a greve, entrando em conflito com o pai, Otávio, um velho militante sindical que passou três anos na cadeia durante o regime militar.

2 - Central do Brasil, de Walter Salles (disponível na Globoplay)
Dora trabalha escrevendo cartas para analfabetos na estação Central do Brasil, no Rio de Janeiro. A escrivã ajuda um menino, após sua mãe ser atropelada, a tentar encontrar o pai que nunca conheceu, no interior do Nordeste.

3 - Estômago, de Marcos Jorge (disponível na Netflix e Globoplay)
Na vida há os que devoram e os que são devorados. Raimundo Nonato descobriu um caminho à parte: ele cozinha. E é nas cozinhas de um boteco, de um restaurante italiano e de uma prisão que vive sua intrigante história. Ele aprende as regras da sociedade dos que devoram ou são devorados. Regras que ele usa a seu favor, porque mesmo os cozinheiros têm direito a comer sua parte. E eles sabem, mais do que ninguém, qual é a melhor.

4 - O Que É Isso, Companheiro?, de Marcos Jorge (disponível na Globoplay)
O jornalista Fernando e seu amigo César abraçaram a luta armada contra a ditadura militar no final da década de 1960. Os dois se alistam num grupo guerrilheiro de esquerda. Em uma das ações, César é ferido e capturado pelos militares. Fernando então planeja o sequestro do embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Charles Burke Elbrick, para negociar a liberdade do colega e de outros companheiros presos.

5 - Sertânia, de Geraldo Sarno (disponível para comprar e alugar na AppleTV e na Google Play)
Quando o bando de Jesuíno invade a cidade de Sertânia, Antão é ferido, preso e morto. O filme projeta a mente febril e delirante de Antão, que rememora os acontecimentos.

Algumas menções honrosas para os ainda mais conhecidos Tropa de Elite 1 e 2, Cidade de Deus e Bacurau, assim como para os não tão lembrados Deserto Particular e O Palhaço.

Uma dica para quem quer assistir um filme, mas não sabe onde está disponível
É só procurar o nome do filme no JustWatch. A plataforma mostra se o filme que você procura está disponível em streaming ou para compra / aluguel digital no seu país.

Filmes cujos trailers saíram nessa semana e você precisa ficar de olho
Essa semana foi um prato cheio para quem estava à espera das “primeiras imagens” de filmes interessantes. Três trailers em específico, lançados recentemente, me chamaram a atenção e quero compartilhar com vocês.

A começar por Priscilla, drama dirigido pela excelente Sofia Coppola (um dos poucos casos de nepo babies de sucesso de Hollywood) e que irá contar a história de Priscilla Presley, a mulher do Rei do Rock, Elvis Presley. 

A biografia, na minha opinião, está em excelentes mãos! Sofia (de Encontros e Desencontros e As Virgens Suicidas) me parece ser a diretora perfeita para retratar pequenas histórias de grandes figuras e, ainda assim, deixá-las extremamente particulares.

Ansioso, confere o trailer:

Outro trailer que me chamou muita atenção, talvez mais pelo diretor do que pelo conteúdo em si, foi Rivais, de Luca Guadagnino. O cineasta italiano que dirigiu o conceituado Me Chame Pelo Seu Nome traz agora Zendaya como a principal personagem de seu novo drama, que aborda amores, amantes e tênis (sim, o esporte). Confira o trailer:

E pra finalizar, um filme que está prestes a lançar e que só fui ficar sabendo no momento em que escrevia esta coluna. Afire, do cineasta alemão Christian Petzold, que venceu o Urso de Ouro em Berlim no início do ano. Sinceramente? Tudo que esse diretor fizer, eu faço questão de ver. Poucos conseguem fazer dramas e romances tão interessantes, com personagens complexos e temas relevantes e históricos de pano de fundo.

Dá uma olhada no trailer:

 

Siga-me nas redes sociais:

 

Paulo Monteiro

Cinema em Cena

Paulo Monteiro é repórter da Rádio Cidade em Dia, de Criciúma, jornalista profissional e um apaixonado pelo mundo do cinema e cultura pop. Com passagens por veículos de imprensa de Criciúma, já escreveu sobre a sétima arte também para o Cinetoscópio e CineVitor.

Opiniões do colunista não representam necessariamente o portal SCTODODIA.com.br

VER COLUNAS
SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.