SCTODODIA - Ligados em tudo

Escolha a sua região:

Domingo, 24 de outubro de 2021

COLUNISTAS

Rafael Matos

Schuster no Podemos

22/10/2021 15h07 | Atualizada em 22/10/2021 18h06 | Por: Rafael Matos
Deputado troca de partido, sem risco de perder o mandato. Foto: Divulgação

O deputado estadual Laércio Schuster deve se filiar ao Podemos. O parlamentar foi desfiliado do PSB, que antecipou a janela partidária e liberou a troca de partidos sem risco de perder o mandato. “Eu já tinha uma aproximação com o ex-deputado Paulo Bornhausen e me identifico com as bandeiras defendidas pelo Podemos. Então esse é um caminho natural para a minha filiação”, informa Schuster.

 

Rafael Matos

PSB convida Boeira e sonha com frente de esquerda

21/10/2021 11h06 | Atualizada em 21/10/2021 14h05 | Por: Rafael Matos
Cláudio Vignatti, Jorge Boeira e Carlos Siqueira. Foto: Divulgação/PSB

O Partido Socialista Brasileiro (PSB) catarinense oficializou o convite para a filiação do empresário e ex-deputado federal Jorge Boeira. Se aceitar o convite ele poderá ser o pré-candidato a governador e liderar uma frente partidária unindo as siglas de oposição aos atuais governos estadual e federal.

Durante a quarta-feira, Boeira e o presidente estadual do PSB, o também ex-deputado federal Cláudio Vignatti, tiveram encontros em Brasília com o presidente nacional do partido, Carlos Siqueira, e também com o presidente da Fundação João Mangabeira, Márcio França.

No programa Em Dia Com a Cidade desta quinta-feira (21), Vignatti falou sobre a possibilidade da filiação do ex-parlamentar e também sobre o projeto SC Potência Criativa. A iniciativa consiste na ideia de construir um novo modelo político de governança para o Estado. Vignatti também falou sobre as desfiliações dos deputados estaduais Laércio Schuster e Nazareno Martins.

 

Rafael Matos

Projeto de descompactação desagrada categoria

20/10/2021 11h49 | Atualizada em 20/10/2021 14h49 | Por: Rafael Matos
Projeto que descompacta carreira dos profissionais do magistério foi entregue pelo governo na manhã desta terça-feira, 19. Foto: Bruno Collaço/Agência AL

O que pode parecer bom para quem anuncia não tem a mesma avaliação de quem vai receber. Essa é a impressão que ficou do o projeto de reajuste da tabela do magistério, que foi entregue pelo Governo do Estado ontem na Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc).

Em entrevista ao programa Em Dia Com a Cidade desta quarta-feira (20), a presidente da Comissão Mista Especial, deputada estadual Luciane Carminatti (PT), se mostrou indignada com o projeto.

“Infelizmente o projeto apresentado não descompacta a carreira, pois, descompactá-la seria aperfeiçoar os seis níveis de habilitação do magistério, correspondente a nível médio, licenciatura curta, licenciatura plena, especialização, mestrado e doutorado. O que o governo apresentou, valorizou somente uma minoria total, representada pelo magistério a nível médio com 23% de reajuste, mestrado com 28%, e doutorado 58% respectivamente. Entretanto, onde se encontra a maioria dos professores, quase 80 % do quadro do magistério, para quem é graduado e especializado, o reajuste é de apenas 10%, o que equivale ao período da inflação de 2018 a 2020. Então, para a grande maioria dos professores, o projeto não consiste na descompactação da tabela, mas sim no reajuste do índice inflacionário de dois anos atrás.”

 

Rafael Matos

Jorge Lacerda: setor carbonífero ganha mais tempo para encontrar soluções

19/10/2021 08h58 | Atualizada em 20/10/2021 19h00 | Por: Rafael Matos
Foto: Divulgação

A venda do Complexo Termelétrico Jorge Lacerda para a FRAM Capital significa mais tempo para buscar soluções para a atividade carbonífera na região sul. O programa Em Dia Com a Cidade, desta terça-feira (19), repercutiu os desdobramentos da negociação fechada na segunda-feira. O presidente da Associação Brasileira de Carvão Mineral (ABCM), Fernando Luiz Zancan, o presidente da Federação Interestadual dos Mineiros (PR, SC, RS), Genoir dos Santos, o Foquinha e o deputado federal Ricardo Guidi (PSD) comentaram o assunto.

“A transação é de suma importância para o Sul de Santa Catarina, isso dá tranquilidade para nós olharmos para o futuro. A Engie tinha um plano A (vender) e o plano B (desativar as instalações). No entanto, caso ocorresse a suspensão das atividades, isso iria causar imediatamente uma desestabilização nos municípios de SC. A Engie, foi referência em operação de usina, então foi muito importante, nesse período, de 98 até agora. A empresa trouxe para a economia de SC quase R$ 100 bilhões nesse período todo”, enfatizou Zancan.

“Eu não tenho dúvida de que a FRAM Capital tem o interesse de tocar até 2027, eu acredito que ela tem projeto para continuar a atividade de geração de energia a carvão, então com certeza, teremos um grande parceiro pensando na continuidade da nossa atividade”, salientou Foquinha, se referindo aos desdobramentos futuros entre a nova empresa e o setor carbonífero.

E sobre o prosseguimento do trabalho, o deputado Ricardo Guidi protocolou uma emenda à Medida Provisória 1055, da crise hídrica e pediu a extensão da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) de 2027 para 2035. “Eu vejo com bons olhos essa transação, não só para o Sul e sim para todo o Brasil. Pois com a crise energética que estamos enfrentando, o momento se encontra caótico. E a continuidade das atividades da Jorge Lacerda é crucial para que o país consiga suprir essa demanda de energia elétrica. Contudo, para o Sul do estado, ela é fundamental, uma vez que garante a continuidade da indústria de carvão nos próximos anos. É o que CDE. Eu fiz uma emenda à Medida Provisória que trata sobre a crise hídrica, solicitando a extensão da CDE até 2035, para assim garantir essa atividade que é fundamental para a região e que envolve 20 mil empregos diretos e indiretos, além de atingir mais de 100 mil pessoas.”

 

Rafael Matos

Eleições 2022: Karen Moura é pré-candidata a deputada estadual pelo MDB

18/10/2021 11h09 | Atualizada em 18/10/2021 14h08 | Por: Rafael Matos
Karen ao lado de Max de Mello, presidente do MDB de Içara em convenção realizada neste domingo (17) no município. Foto: Divulgação/Redes Sociais

No último sábado (16), o MDB Catarinense fez suas convenções partidárias e reuniões em várias cidades do estado e também indicou algumas pré-candidaturas a deputado estadual e federal. Entre os nomes, está o de Karen Moura. A advogada urussanguense é filha da desembargadora do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, Ana Lia Carneiro e trabalhou durante quatro anos na Câmara Federal. O convite para concorrer à Alesc partiu do presidente estadual do partido, Celso Maldaner.

A advogada mantém uma visão mais conservadora e defende pautas como, a liberdade econômica, valores tradicionais ligados à família e a igreja, além de um olhar especial para o agronegócio, setor que vem crescendo no estado.

Bolsonarista convicta, Karen afirmou seu apoio ao presidente, no entanto, ao programa Em Dia Com a Cidade desta segunda-feira (18), ela enfatizou que não iria esperar o chefe do executivo se posicionar sobre seu futuro político e por isso se definiu pela filiação ao MDB.

 

Rafael Matos

Convenções municipais mobilizam o MDB no Estado

16/10/2021 15h32 | Atualizada em 16/10/2021 18h31 | Por: Rafael Matos
Pré-candidata a deputada estadual, Karen Moura, ao lado do presidente estadual do partido, deputado federal Celso Maldaner. Foto: Divulgação/Redes Sociais

O MDB catarinense está realizando neste fim de semana, 16 e 17 de outubro, convenções em 100 cidades do estado para a escolha de seus novos diretórios. Mais de 5 mil emedebistas devem participar dos eventos partidários junto com as lideranças da sigla. O presidente estadual do partido e deputado federal, Celso Maldaner, está presente nas reuniões. Nesta manhã, o parlamentar participou de encontros na Região Carbonífera, nos municípios de Cocal do Sul e Urussanga.

Maldaner participou do Estúdio Cidade deste sábado (18) e salientou a importância desses eventos. “Estamos ouvindo as lideranças do partido, colocando a instituição acima das pretensões pessoais e consequentemente continuamos a dialogar com outras siglas. Por isso, é de suma relevância fazer geograficamente este trabalho no estado inteiro, criando novas executivas e novos diretórios.”

O parlamentar ainda divulgou possíveis nomes da região que representarão o partido na Alesc e também na Câmara Federal. Entre os pré-candidatos a deputados federais, estão os nomes dos então parlamentares Ada de Lucca e Luiz Fernando Vampiro e o vereador de Braço do Norte, Michell Sombrio.

E no que se refere aos pré-candidatos estaduais, nomes como, o de Karen Moura, filha da desembargadora do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, Ana Lia Carneiro, além do médico e ex-candidato a prefeito de Criciúma Aníbal Dário, e do empresário e ex-prefeito de Turvo, Tiago Zilli.

 

Rafael Matos

Governador anuncia descompactação da tabela salarial dos professores

15/10/2021 11h10 | Atualizada em 15/10/2021 14h35 | Por: Rafael Matos
Foto: Freepik

O governador Carlos Moisés anunciou pelas redes sociais, no início da manhã desta sexta-feira (15), a descompactação da tabela salarial dos professores. O projeto será enviado para a Assembleia Legislativa na próxima terça-feira (19) e propõe a valorização dos educadores. Os docentes que, com doutorado, recebiam cerca de R$ 8.000,00, passarão a ganhar R$ 11.000,00, de acordo com os estudos realizados pelas Secretarias da Educação, Fazenda, Administração e Casa Civil.

O secretário da Educação, Luiz Fernando Vampiro (MDB), participou do programa Em Dia Com a Cidade e contou detalhes do projeto de descompactação. Ainda salientou a importância do progresso educativo de cada profissional, “é uma lei que fará com que o profissional da educação progrida na carreira, com estudo e aprendizado. E como consequência disso, o mesmo pode alçar salários maiores através do aperfeiçoamento", afirmou Vampiro. 

De acordo com o secretário, a proposta foi finalizada na sexta-feira passada (08) e faz parte das ações e investimentos voltados para as melhorias da área em nível estadual. “Nós estamos com sessenta engenheiros na Secretaria da Educação, e em fevereiro de 2021, existia apenas um. Há uma evolução bastante expressiva, pois, tiramos a responsabilidade da Secretaria de Infraestrutura que na reforma administrativa tinha se separado e trouxemos para a nossa pasta". 

Atualmente, cerca de 270 escolas estão recebendo algum tipo de manutenção, melhoria ou reposicionamento da infraestrutura escolar no estado. Dia 28 de outubro será lançado mais um pacote de investimentos, que visa fazer de Santa Catarina uma referência nacional no ramo da Educação.

 

Rafael Matos

Carvão: sindicatos querem agenda com o governador

14/10/2021 11h05 | Atualizada em 15/10/2021 14h41 | Por: Rafael Matos
Foquinha é o presidente da Federação Interestadual dos Mineiros (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul). Foto: Divulgação

Representantes da cadeia produtiva do carvão (Sindicato Mineiros de Criciúma, Siderópolis, Urussanga e Lauro Muller juntamente com os Sindicatos dos Ferroviários e Eletricitários), vão tentar agendar uma reunião com o governador, Carlos Moisés (sem partido). Na pauta está previsto a discussão do Projeto de Lei que foi encaminhado para a Alesc, que trata dos investimentos em novas tecnologias para o carvão e responsabilidade ambiental. O entendimento é que a definição sobre esse PL poderá dar segurança para os investidores e, consequentemente, para os trabalhadores.

Este encaminhamento foi resultado da reunião realizada ontem, em Criciúma, chamada pela Federação Interestadual dos Mineiros do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. “Nós estamos participando de uma campanha com outras entidades e precisamos conversar sobre a importância do nosso setor na economia no sul de Santa Catarina”, disse o presidente da Federação, Genoir José dos Santos, o Foquinha.

A campanha a qual ele se refere é "Carvão Mineral - para um presente seguro e um futuro sustentável", movimento lançado por entidades empresariais que tem como objetivo a valorizar da indústria carbonífera e a geração de energia proveniente dela.

Foquinha participou do programa Em Dia Com a Cidade, desta quinta-feira (14), e salientou a importância do setor carbonífero para o desenvolvimento econômico do Sul de Santa Catarina, além de enfatizar o poderio energético que o carvão carrega para a região em questão.

 

Rafael Matos

Eleições 2022: Sissa Victor é pré-candidata a deputada estadual pelo PTB

13/10/2021 16h42 | Atualizada em 13/10/2021 19h41 | Por: Rafael Matos
Sissa Victor juntamente com o deputado estadual Felipe Estevão e com o presidente do PTB, deputado estadual Kennedy Nunes. Foto: Divulgação/Redes Sociais

A fisioterapeuta araranguaense Clarisse Victor, a Sissa, é pré-candidata a deputada estadual pelo PTB. O convite foi feito pelo deputado estadual, Felipe Estevão que será pré-candidato a deputado federal, e também pelo presidente estadual do partido Kennedy Nunes.

Representando a região do Extremo Sul Catarinense, ela busca na pré-candidatura uma forma de lutar pela sua área de atuação, fiscalizando a qualidade dos atendimentos e os trabalhos prestados pelos hospitais, além de ser o nome referência na busca de subsídios e oportunidades para as instituições.

Ao programa Em Dia Com a Cidade desta quarta-feira (13), Sissa enfatizou a importância de um projeto político diferente do de 2018, no qual muitas pessoas, mesmo com convicções distintas, surfaram na onda do bolsonarismo. E também salientou a importância da representatividade feminina. “O PTB acredita na visão da mulher, então me senti muito à vontade no partido, não só pelo fato da mulher se sentir acolhida, mas também pelo fato de ser um partido conservador, cristão, de direita”, frisa.

 

Rafael Matos

Eleições 2022: Sargento Valcir é pré-candidato a deputado estadual

13/10/2021 16h15 | Atualizada em 13/10/2021 19h14 | Por: Rafael Matos
Foto: Divulgação

O vereador de Siderópolis e ex-comandante da Polícia Militar em Nova Veneza, Pedro Valcir de Souza, mais conhecido como Sargento Valcir (Progressistas) anunciou sua pré-candidatura a deputado estadual para as Eleições 2022.

O edil que está no seu segundo mandato, pretende unir seu eleitorado, através do segmento da Polícia Militar e por pautas bolsonaristas, uma vez que Santa Catarina é considerado um dos pilares políticos do chefe do Executivo Federal.

Com o espaço aberto, devido a não ida de Valmir Comin à Alesc, o Progressistas aposta em novas lideranças políticas. “Nós estamos confiantes que elegeremos uns dois a três deputados pelo PP, e possivelmente um federal. Isso me faz acreditar que eu possa ter uma chance”, salientou o Sargento em entrevista ao programa Em Dia Com a Cidade da última terça-feira (12).

 

OUÇA NOSSAS RÁDIOS

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
48 3045.5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.