SCTODODIA - Ligados em tudo

Escolha a sua região:

Invista no posicionamento digital da sua empresa com o Estúdio SContime!CLIQUE AQUI
Terça, 24 de maio de 2022

COLUNISTAS

Rafael Matos

“O nome deve ser o mais competitivo"

18/03/2022 09h20 | Atualizada em 18/03/2022 12h20 | Por: Rafael Matos
Foto: Divulgação

O senador Dário Berger, ainda filiado ao MDB, deseja ser candidato a governador, mas admitiu que poderá ser candidato a vice ou até mesmo à reeleição. Diz que a sua iminente filiação ao PSB não está condicionada à disputa do governo. “Não é uma imposição, é uma possibilidade”. “Eu gostaria muito de ser o candidato, mas não sai do MDB, estão saindo comigo”.

A filiação ao novo partido ainda depende da confirmação da data de filiação do ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. “Nós acertamos que faremos a filiação juntos e agora a data deve ficar entre os dias 23 e 26 de março”.

O PSB integra junto com outros sete partidos as articulações para a formação da Frente Democrática. As siglas já tem outros pré-candidatos e Dário considera que o importante é encontrar “o candidato que seja mais competitivo, com retrospectiva e que possa ser mostrado ao catarinense como um grande gestor e administrador”, avalia o senador que tem no currículo quatro mandatos de prefeito das cidades de São José e Florianópolis.

“Tenho seis eleições com seis vitórias consecutivas, mas o importante neste momento é o desejo muito forte na Frente Democrática de todos estarem juntos”.

Confira a entrevista cedida por Dário ao programa Em Dia Com a Cidade da última quinta-feira (17):

 

publicidade

 

OUÇA NOSSAS RÁDIOS

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
48 3045.5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.