SCTODODIA - Ligados em tudo

Escolha a sua região:

Sábado, 04 de dezembro de 2021

COLUNISTAS

Ronaldo Sant'Anna

O jornalismo está perdendo o charme?

29/10/2021 11h00 | Atualizada em 29/10/2021 17h30 | Por: Ronaldo Sant'Anna

Desde que eu comecei a pensar sobre o que fazer na vida, fui atraído para o jornalismo. Sempre fui um leitor voraz, lendo tudo o que chegava às minhas mãos. Aos doze anos, escrevi uma redação para um concurso promovido pelo Correio do Povo, um dos maiores jornais do Rio Grande do Sul na época. O tema era um daqueles tradicionais, “as melhores férias da vida”, e, surpreendentemente, venci o concurso. A redação foi publicada no jornal e ainda tenho o recorte comigo. Esta vitória confirmou a minha opção pela comunicação, e acabei fazendo o vestibular na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, em 1968. Lembro que a minha turma tinha quarenta alunos, o curso de Jornalismo era um dos mais concorridos, só ficava atrás de Medicina, Odontologia e um outro que não lembro agora.

Fui para o mercado, aperfeiçoei a teoria com a prática, continuei estudando, e como consequência natural, acabei indo para a docência. Dei aulas em várias universidades, como a Unisinos, de São Leopoldo, e Unisc, de Santa Cruz, ambas do Rio Grande do Sul, até ingressar na Unisul, onde leciono há 23 anos. Até o final da primeira década do milênio a procura pelo curso de Jornalismo continuava alta. Lembro de ter turmas com até quarenta e cinco alunos, e a cada semestre a procura pelo curso continuava. Porém, nos últimos anos, tenho observado a diminuição constante do interesse pela área, que se reflete no número cada vez menor de alunos inscritos para o curso. Seguidamente me questiono sobre qual seria a causa para essa evasão.

Será que a profissão estaria perdendo o charme que a cercava? Afinal, inúmeros jornalistas criaram fama mundial, não só exercendo a atividade em si, mas através da literatura ou da política, criando com isto uma aura positiva para os profissionais. Será que o declínio do jornalismo impresso teria algo a ver com a falta de interesse dos jovens, já que a leitura de textos mais longos caiu abruptamente entre os componentes dessa faixa etária?

Eu tenho uma outra explicação: como hoje qualquer pessoa pode publicar conteúdo pela internet, o que significa que, teoricamente, pode ser uma produtora de conteúdo jornalístico, aprender teoria e técnica jornalísticas, no pensamento dessas pessoas, torna-se dispensável. É um engano lamentável. É na universidade que os valores básicos do jornalismo, como veracidade, imparcialidade, objetividade, responsabilidade social, entre outros, são apresentados e consolidados. Assim, aqueles estudantes que forem para o mercado estarão aptos a exercer a profissão de maneira realmente profissional, podendo fazer a diferença para a sociedade. É o que se espera do jornalismo.

OUÇA NOSSAS RÁDIOS

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
48 3045.5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.