SCTODODIA - Ligados em tudo

Escolha a sua região:

A concorrência cresce no digital e sua empresa não tem presença online?EVOLUA!
Quinta-feira, 07 de julho de 2022

COLUNISTAS

Vivian Prá Philippi

Lavar ou não lavar os recicláveis?

19/05/2022 10h49 | Atualizada em 19/05/2022 13h53 | Por: Vivian Prá Philippi
Foto: Canva Pro

Lavar ou não as embalagens para reciclar? Eis a questão.

Pensando no consumo desenfreado de água, é comum pensar que lavar o resíduo que seria destinado a reciclagem, seria desperdício, certo? Errado.

Lavar os recicláveis não é considerado um desperdício de água, é um uso legítimo de um recurso natural que propicia uma qualidade no material primário para os recicladores, garantindo sua segurança durante todo o processo, e para os nossos tão estimados catadores e cooperados, visando salvaguardar a saúde e a segurança desses trabalhadores.

Quer otimizar ainda mais o processo? Que tal utilizar água de reuso? Este método é considerado a lavagem ideal de embalagens para reciclagem, pois não se faz o uso de água potável que poderia ser utilizada para consumo, por exemplo. Como dica, recomenda-se que coloque a embalagem no fundo da pia e lave a louça como de costume, deixando a água com sabão cair nesses recicláveis. Lavar as embalagens, garante uma diminuição na taxa de contaminação cruzada (óleo x líquido x papel), por exemplo.

Armazenar as embalagens sujas, comprometem a higiene do seu próprio ambiente e das áreas de armazenamento. Eliminar a lavagem prejudicaria ainda a logística de recolhimento diário dos materiais.

Na sua cidade, procure por pontos de coleta, pela Prefeitura local, Conselho do Meio Ambiente, ocasionalmente pode ocorrer através das ações das Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), nas ações do Dia D.

publicidade

A Política do Meio Ambiente, LEI Nº 12.305, criada me 2010, estabelece princípios, objetivos e instrumentos, bem como sobre as diretrizes relativas à gestão integrada e ao gerenciamento de resíduos sólidos, incluídos os perigosos, às responsabilidades dos geradores e do poder público e aos instrumentos econômicos aplicáveis. No qual estão sujeitas pessoas físicas ou jurídicas, de direito público ou privado, responsáveis, direta ou indiretamente, pela geração de resíduos sólidos.

E tem algum material que não é preciso lavar? Tem sim.

São os resíduos de limpeza doméstica, como por exemplo, as embalagens de produtos de limpeza (desinfetantes, essências, multiuso, cloros e seus derivados, embalagens de buchas, escovas e afins); resíduos de embalagens de grãos alimentícios secos, como por exemplo arroz, feijão, pipoca, lentilha, ervilha, etc.

Faça a sua parte!

Contribuir para um meio ambiente saudável é obrigação de todos, para o bem da atual e das futuras gerações.

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.