SCTODODIA - Ligados em tudo

Escolha a sua região:

Aprenda a acumular milhas >FAZER O CURSO!
Sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024
Economia

Mulheres X Investimentos: apesar de minoria, elas são mais pacientes e fiéis às estratégias

Especialista em finanças e investimentos, Audrey Barneche, dá dicas de como as mulheres podem começar a investir e se destacar no mercado financeiro.

Itajaí - SC, 30/12/2021 13h35 | Atualizada em 31/12/2021 08h19 | Por: Daiana Brocardo | Fonte: Audrey Barneche
Foto: Arquivo Pessoal / Audrey Barneche

As mulheres representam mais da metade da população, chegando a 52% dos brasileiros (IBGE), mas quando o assunto é investimentos, elas ainda têm menor participação em relação aos homens.  Em agosto desse ano a B3 (Bolsa de Valores) divulgou que dos 4 milhões de investidores no Brasil, apenas 1 milhão são mulheres. 

Segundo a especialista em investimentos Audrey Barneche, a ideia de que a mulher deve apenas cuidar da casa e dos filhos ficando fora de questões financeiras é algo que já foi superado há muito tempo, entretanto, as mulheres no mercado de investimentos são minoria, sendo uma área dominada pelos homens. “As mulheres estão mais atuantes no mercado de trabalho e se tornam cada vez mais abertas aos temas relacionados ao mercado financeiro, demonstrando um potencial que por muito tempo ficou escondido”, fala. 

Ao longo dos quase 20 anos de atuação no mercado financeiro, Audrey já ouviu de tudo um pouco, desde que as mulheres “não são boas em matemática” até que “não entendem de economia”. Além de mostrar com a própria experiência sobre a capacidade e participação feminina no mercado, estudos da Terrance Oden e Brad Barber sobre o comportamento dos investidores corroboram com o posicionamento da profissional. Esses estudos revelam que as mulheres têm melhores resultados financeiros, são mais pacientes e fiéis às estratégias. 

Apesar disso as mulheres ainda tem se mostrado mais conservadoras. Segundo o Raio-X do Investidor 2020 da Anbima, as mulheres investem em poupança 31,6%, 3,8 % em Fundos, 1,8% no Tesouro Direto e 1,5% na bolsa de valores. É aí que entra o poder de se reinventar, aprender e superar os próprios medos. “Dar voz às mulheres que atuam no mercado financeiro aproxima e incentiva cada vez mais mulheres que podem e devem começar a investir na sua vida, sonhos e no futuro da sua família”, fala. 

Mas porque elas ainda tem medo de investir?

Para Audrey, é uma questão cultural. “Culturalmente temos mais homens no comando das organizações e muitos pais tendem a dar o controle e a educação financeira para os filhos homens. Na maioria dos casos as mulheres tem tido que aprender a lidar com as finanças ao se verem “sozinhas”, seja por uma viuvez ou separação. Outras mulheres tem precisado auxiliar os maridos e ensinar os filhos a serem mais responsáveis “, comenta a especialista. 

Por onde começar?

Para começar a investir é preciso primeiro estudar o mercado financeiro. Mas enquanto você se aprofunda no assunto, comece organizando o seu dia-a-dia:

- Organize suas Finanças, anote, não confie na contabilidade da sua mente;

- Não se acomode com os seus ganhos se ainda não investe nada mensalmente;

- Faça uma reserva financeira investindo em algo conservador (CDB, RDC);

- Faça um seguro de vida se tiver filhos pequenos em idade escolar;

- Depois pense no futuro e comece a planejar sua aposentadoria;

- Invista mensalmente nos seus sonhos, como uma conta à pagar. 
 

publicidade

As dúvidas mais comuns das mulheres

Audrey tem um canal do YouTube, escreveu um livro sobre o assunto e ministra cursos e mentorias sobre finanças e investimentos. Todos os dias recebe pelas redes sociais dezenas de perguntas e dúvidas de mulheres de todo o Brasil. A especialista separou alguma delas, que são muito comuns e que podem te ajudar a se orientar sobre como ingressar no mundo dos investimentos. 

Sou mãe solteira, como posso investir se o salário acaba antes do mês? 
Duas dicas: viva um degrau a menos e invista primeiro antes de pagar as contas. 

Sou péssima na administração financeira, mas sinto que preciso melhorar. Não tenho nada organizado. 
Parabéns por assumir sua bagunça, isso já é um grande começo. É muito difícil encontrar algo no meio da bagunça, organize primeiro, não confie na sua contabilidade mental e faça uma reserva financeira. Tenha uma meta prática pra isso, por exemplo, defina quanto você vai juntar até junho? 

Fiquei viúva com duas filhas pequenas, estou precisando recomeçar. 
Apesar da dor, sempre é possível recomeçar. Faça um seguro de vida inicialmente, comece a gerar renda e poupar algo mensalmente. Isso lhe trata paz financeira. 

Já tenho um valor na poupança mas gostaria de investir melhor, porém tenho medo. 
Ter medo é algo normal para o desconhecido, minha sugestão é que você melhore esse investimento sem correr riscos inicialmente, apenas vá para um investimento de renda-fixa com 100% do CDI. E comece a estudar, ler um pouco mais sobre os tipos de investimentos, pois é muito importante você investir apenas no que conhece e se senta confiante.

Meu problema é outro, eu já invisto, mas sinto que os meus investimentos estão me tirando o foco do trabalho, não tenho muito tempo para acompanhar e perco diversas oportunidades. 
Esse é um erro comum de quem começa a investir, querer acompanhar o mercado todos os dias. Tenha um plano financeiro (o que você precisa para realizar os sonhos e alcançar a liberdade financeira?) e terceirize deixando em bons fundos de investimentos. Dinheiro é fruto de trabalho e investimentos é como se fosse o fertilizante! Mais importante que você ter uma carteira de investimentos diversificada é você usar a semente do fruto para plantar novamente, ou seja, investimentos mensais e constantes.

 

 

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.