Sábado, 25 de maio de 2024
Economia

Portos de SC crescem 11,38% no primeiro bimestre de 2024

Os terminais privados Portonave e Porto Itapoá ocupam a segunda e terceira posição no ranking nacional de movimentação de contêineres

Santa Catarina - SC , 12/04/2024 09h41 | Por: Joca Baggio
Foto: Divulgação/SCTodoDia

A movimentação de cargas nos portos de Santa Catarina cresceu 11,38% no primeiro bimestre de 2024, em relação ao mesmo período de 2023. O desempenho é superior à média nacional, que ficou em 10,02%. O resultado representa 5,08% da movimentação nacional do ano. Os dados foram divulgados nesta semana pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq).

Passaram pelos portos catarinenses mais de 10 milhões de toneladas, sendo 7,38 milhões em linhas de longo curso (exportação e importação) e 2,66 milhões em cabotagem. “Seguimos crescendo acima da média e isto só reforça o enorme potencial logístico de Santa Catarina”, afirma o secretário de Portos, Aeroportos e Ferrovias, Beto Martins.

Na movimentação de contêineres, o estado mantém seu destaque com 4 milhões de toneladas, que correspondem a 18,72% do total nacional. O crescimento em relação a 2023 foi de 7,53%. Portonave e Porto Itapoá figuram entre os quatro maiores do país neste setor.

Com relação ao desempenho dos portos catarinenses no primeiro bimestre de 2024, o Porto de São Francisco do Sul teve o maior volume de cargas com 2,9 milhões de toneladas, seguido pelo Porto Itapoá com 2,1 milhões, Portonave com 2 milhões de toneladas e Porto de Imbituba com 1,4 milhões. Outros 1,6 milhões foram movimentados nos demais portos e TUPs localizados no Estado.
 

publicidade

Leia mais

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.