SCTODODIA - Ligados em tudo

Escolha a sua região:

Aprenda a acumular milhas >FAZER O CURSO!
Sábado, 24 de fevereiro de 2024
Economia

Primeiro superávit no mês de setembro é registrado pelo Governo Central depois de quase uma década

Em relação ao mesmo período do ano passado o déficit primário foi de R$ 76,144 bilhões.

28/10/2021 20h05 | Atualizada em 29/10/2021 07h57 | Por: Beatriz Godoy Taveira | Fonte: Agência Brasil
Foto: Marcelo Casal Jr./ Divulgação: Agência Brasil

Pela primeira vez em nove anos, o Governo Central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) registraram um superávit primário no mês de setembro. O aumento da arrecadação e a diminuição de gastos relacionados à pandemia da Covid-19 levaram ao resultado positivo de R$ 303 milhões.

O superávit não era registrado pelo Governo Central desde de setembro de 2012, no qual, as contas federais obtiveram um resultado de R$ 1,07 bilhão. Durante o mesmo período do ano passado, o déficit primário foi de R$ 76,144 bilhões, ocasião em que os desembolsos para o combate à pandemia estavam no auge, levando ao resultado negativo recorde para o mês.

publicidade

Baseado nos últimos anos, o resultado de setembro foi bem melhor que o previsto. A pesquisa Prisma Fiscal, divulgada todos os meses pelo Ministério da Economia, apontou que as instituições financeiras projetavam um saldo negativo primário de R$ 17,9 bilhões para setembro.

O déficit primário representa o resultado negativo nas contas do governo sem considerar os juros da dívida pública. Com o desempenho de setembro, o Governo Central acumula saldo devedor primário de R$ 82,486 bilhões nos nove primeiros meses de 2021. Esse foi o quinto maior saldo negativo para o período, só perdendo para o ano passado e para o período de janeiro a setembro de 2017, 2016 e 2018, respectivamente.

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.