SCTODODIA - Ligados em tudo

Escolha a sua região:

Aprenda a acumular milhas >FAZER O CURSO!
Sexta-feira, 01 de março de 2024
Educação

“Nós vemos com bons olhos essa possibilidade”, diz supervisor de ensino de Tubarão sobre volta das aulas presenciais

O Comitê Estratégico de Retomada das Aulas Presenciais autorizou o retorno de 100% dos alunos às salas de aula da Rede Estadual e Santa Catarina em 2022.

10/12/2021 10h08 | Atualizada em 10/12/2021 10h08 | Por: Redação | Fonte: Radio Cidade Tubarão
Foto: Divulgação

O ano letivo de 2022 deverá ser retomado totalmente presencial na rede Estadual de Ensino em Santa Catarina. A decisão foi divulgada na quinta-feira (09) pelo Comitê Estratégico de Retomada das Aulas Presenciais. O retorno ás aulas previsto para 07 de fevereiro deve seguir as regras de distanciamento entre as carteiras e outras regulamentações que serão publicadas nos próximos dias.

Em entrevista a Matheus Aguiar para o Jornal da Rádio Cidade desta quinta-feira (9), o Supervisor de Ensino da Coordenadoria Regional de Educação de Tubarão, Mário Selhorst, fala sobre como a região se encaixa nessa situação. “O nosso quadro aqui na região de Tubarão é um quadro bastante positivo e otimista em relação ao retorno das atividades totalmente presenciais. Em números, por exemplo, nós temos aqui na nossa regional pouco mais de 17 mil alunos, atualmente permanece em regime de aulas totalmente remotas um pouco mais de 500, o que é um número bastante pequeno e são caracterizados por alunos que possuem algum tipo de comorbidade”, destaca.

A alteração considera o novo cenário epidemiológico do Estado, o baixo índice de contágio nas escolas e o avanço da vacinação da população catarinense, sobretudo de profissionais da Educação. Além disso, cerca de 80% dos adolescentes de 12 a 17 anos já receberam a primeira dose da vacina, sendo que 25% completaram o esquema vacinal. Com esse cenário, o grupo considera que há segurança em indicar o pleno funcionamento das escolas, mantendo as demais normas de prevenção contra a Covid-19 como de uso de máscaras, higienização e ventilação.

“De modo geral, nós entendemos que nossas escolas são ambientes potencialmente seguros, nós tivemos um índice muito baixo de alunos contaminados. Nos casos em que ocorreram a contaminação, na grande maioria das vezes esses alunos era coleguinhas que brincavam juntos em final de semana, ou as famílias estavam contaminadas, ou seja, pelas nossas investigações, deduziu-se que a contaminação veio de fora, e não do espaço escolar”, acrescenta o supervisor.

publicidade

Para o retorno da capacidade total das salas de aula, foram pautadas três ações a serem mantidas e intensificadas: manutenção do uso obrigatório de máscaras em estabelecimentos de ensino enquanto perdurar a situação de emergência por conta da pandemia do coronavírus, o desenvolvimento de ações visando promover a melhoria da qualidade do ar e da ventilação nas salas de aula e a uma avaliação de cenário epidemiológico a ser realizada pelo Coes na primeira quinzena de janeiro de 2022, ou seja, antes do início das aulas.

As demais exigências e medidas sanitárias de segurança para evitar o contágio pela Covid-19, como o uso de álcool gel nas escolas e o uso de máscaras nos estabelecimentos de ensino serão mantidas. Além disso, a SED trabalha na construção de um material para reforçar a importância da ventilação cruzada nos ambientes escolares, que deve resultar em atualizações do Plano de Contingência das escolas.

 

 

Leia mais

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.