SCTODODIA - Ligados em tudo

Escolha a sua região:

Domingo, 05 de dezembro de 2021
Geral

“Áreas que deveriam ser de todos e não de um só”, diz presidente da Flama sobre construções em APPs

O presidente da Fundação Lagunense do Meio Ambiente (Flama), Ailton Bitencourt, fala sobre a construção de casas em Áreas de Preservação Permanente (APP), como na beira-mar das praias da cidade

Laguna, 21/09/2021 14h35 | Atualizada em 21/09/2021 14h54 | Por: Bárbara Dias | Fonte: Rádio Cidade Tubarão
Foto: PML/Divulgação

Em entrevista a Marcus Vinícius, no Jornal da Rádio Cidade - Edição das 13h desta terça-feira (21), o presidente da Fundação Lagunense do Meio Ambiente (Flama), Ailton Bitencourt, fala sobre a construção de casas em Áreas de Preservação Permanente (APP), como na beira-mar das praias da cidade. “Áreas que deveriam ser de todos e não de um só”, destaca. Ele afirma que é um costume antigo na cidade fazer casas nesses locais, o que muitas vezes é ilegal. “Todos nós temos que ter acesso à lagoas e praias, a partir do momento que a pessoa constrói em beira-mar ela acaba restringindo a entrada de outras pessoas”, explica. 

publicidade

O Tribunal Regional Federal da 4ᵃ Região (TRF) acolheu, de forma parcial, recurso da Flama, de uma ação civil pública ajuizada pelo órgão municipal referente à uma casa construída de forma clandestina em APP, no bairro Canto da Lagoa. Ailton esclarece que a ação é para demolição e recuperação ambiental da área. Houve também a aplicação de uma indenização de danos morais coletivos. "Laguna tem muitos casos como esse", avalia.
 

 

OUÇA NOSSAS RÁDIOS

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
48 3045.5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.