SCTODODIA - Ligados em tudo

Escolha a sua região:

Segunda-feira, 29 de novembro de 2021
Geral

“É permitido o abate de equinos, o que não pode é o abate sem fiscalização”, diz veterinária sobre vendas de carne de cavalo

Recentemente, no Morro da Fumaça, uma quadrilha foi presa por comercializar carne de cavalo de forma clandestina e enganosa.

Tubarão - SC, 20/09/2021 19h13 | Atualizada em 20/09/2021 20h01 | Por: Beatriz Godoy Taveira | Fonte: Radio Cidade Tubarão
Foto: Freepik

Em entrevista a Isadora Zarbato para o Estúdio Cidade nesta segunda-feira (20), a médica veterinária da Cidasc (Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola), Luana Venson, falou sobre a comercialização e consumo de carnes de cavalos. “Desde que o estabelecimento seja registrado e os animais sejam inspecionados, não há nenhum problema no seu consumo. Já as carnes que são abatidas de forma clandestina, a gente não sabe se aqueles animais tinham algum tipo de patologia, além de a própria manipulação inadequada poder gerar danos à saúde”, explica a veterinária. Ela ainda completa que, apesar de permitido no regulamento de inspeção sanitária, o Brasil não possui um costume cultural muito forte no consumo de carnes dessas espécies, e que por isso, geralmente os equinos são mais usados para o comercio internacional.

publicidade

 

OUÇA NOSSAS RÁDIOS

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
48 3045.5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.