Sábado, 18 de maio de 2024
Geral

“Fica forte a possibilidade de calotes aos trabalhadores do SAMU”, diz Sindisaúde após decisão do TCE

A Justiça do Trabalho autorizou o bloqueio de contas do Estado e OZZ, para garantir o pagamento de valores devidos aos trabalhadores do SAMU. Recentemente, o Tribunal de Contas do Estado (TCE-SC) determinou que o governo não renove o contrato com a administradora

Santa Catarina, 01/10/2021 11h21 | Por: Redação | Fonte: Rádio Cidade Tubarão
Foto: Governo de Santa Catarina/Divulgação

O SAMU de Santa Catarina tem passado por problemas com a empresa administradora do serviço, a OZZ Saúde. O Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos da Saúde de Criciúma e Região (Sindisaúde) fez manifestações, pedindo melhores condições de trabalho. Estado e OZZ passaram por vários impasses, e as condições adequadas não estavam sendo fornecidas aos trabalhadores. No final de setembro, o Tribunal de Contas do Estado (TCE-SC) determinou que o governo não renovasse o contrato com a administradora.

Em entrevista a Milton Alves, no Notícias da Cidade desta sexta-feira (1), o presidente do Sindisaúde, Cléber Ricardo Cândido, explica que, com a decisão do TCE, a classe se preocupa com a possibilidade de “calote” para os trabalhadores do SAMU. “Pedimos uma liminar com um bloqueio das contas para garantir o pagamento dos valores devidos aos trabalhadores”, explica. A liminar, que bloqueia as contas tanto do Estado quanto da OZZ, foi concedida pela Justiça do Trabalho. O contrato com a administradora termina em 31 de dezembro, o governo não poderá trabalhar com a OZZ novamente e garante que para próxima administradora haverá uma nova modalidade de acordo.“Esperamos que esse novo modelo de contrato traga proteção para quem faz a diferença”, destaca.
 

publicidade

 

Leia mais

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.