SCTODODIA - Ligados em tudo

Escolha a sua região:

Quarta-feira, 08 de dezembro de 2021
Geral

Alargamento da faixa de areia de Balneário Camboriú já passou da metade da orla

Até agora, 3 km da orla já forma recuperados. Pra isso mais de um milhão de metros cúbicos de areia foram usados.

Balneário Camboriú - SC, 06/10/2021 09h00 | Atualizada em 06/10/2021 11h25 | Por: Redação | Fonte: Assessoria de Imprensa PMBC
Foto: Divulgação PMBC

Até esta terça-feira (05), três dos quase 6 km da orla da praia Central de Balneário Camboriú já tinham sido recuperados, com a obra de alargamento da faixa de areia. Pra isso, mais de um milhão de metros cúbicos de areia forma usados. A informação foi divulgada pela assessoria de imprensa do Município. O espaço passou de 25 para 70 metros de largura, o que mudou radicalmente a paisagem.

Desde a semana passada os primeiros 2 km de faixa de areia recuperados, entre a rua 3700 até o molhe da Barra Sul, estão liberados para uso da população. Só anexo ao molhe foi construída uma área com 44 mil metros quadrados, onde antes era praticamente água. A obra segue agora em direção ao Pontal Norte e a previsão é que tudo seja concluído até o fim do ano.

publicidade

No próximo dia 12 de outubro, terça-feira que vem, a draga Galileo Galilei que é responsável por levar areia do alto mar até a praia, irá para o Porto de Paranaguá (PR) para reabastecimento, voltando no dia 15 de outubro. Nestes três dias, a tubulação que traz areai até a praia será realocada, sendo levada da rua 3700 até o trecho em frente a rua 1800. Essa remoção da ponta da tubulação principal é necessária para que o material que vem impulsionado da draga chegue mais rápido e facilmente até o Pontal Norte.

Recuperação de restinga

Paralelamente ao alargamento, Balneário Camboriú trabalha para o complemento ambiental da obra. Uma licitação para contratação de uma empresa que vai recuperar a restinga da Praia Central, após o processo de alargamento, foi lançada nessa terça-feira (05). O orçamento previsto é de R$ 1,5 milhão.

A proposta inclui o plantio de mudas nativas da restinga, instalação de cercas e de trilhas para acesso à praia. As mudas devem ser plantadas longe do atual calçadão, que no futuro também deve ser reurbanizado. Segundo a secretária do Meio Ambiente de Balneário Camboriú, Maria Heloisa Furtado Lenzi, a escolha das plantas que vão compor a restinga leva em consideração o sombreamento da praia, que, em Balneário Camboriú, acontece por volta das 15h.

OUÇA NOSSAS RÁDIOS

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
48 3045.5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.