SCTODODIA - Ligados em tudo

Escolha a sua região:

Aprenda a acumular milhas >FAZER O CURSO!
Sexta-feira, 01 de março de 2024
Geral

Facisc demonstra preocupação com PL de áreas urbanas e pede ajuda de deputados federais

Facisc e associações empresariais pedem que deputados federais não aprovem emenda ao Projeto de Lei sobre áreas urbanas. O tema preocupa o setor empresarial

Santa Catarina, 20/10/2021 09h38 | Por: Isadora Zarbato | Fonte: Facisc
Foto: Facisc/Divulgação

A Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc) e as 148 associações que integram o Sistema, estão movimentando os deputados federais catarinenses para que não aprovem a emenda feita no Senado ao Projeto de Lei 2510/2019, que define o conceito de área urbana consolidada. O projeto foi aprovado na última semana com alterações contrárias às necessidades municipais.

“Avaliamos como uma proposta desastrosa e contrária ao que debatemos na Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Tínhamos a esperança que o texto fosse adequado ao que estava proposto. Acreditamos que a Câmara vai derrubar esta emenda”, alerta o presidente da Facisc, Sérgio Rodrigues Alves.

Segundo a Facisc a proposta aprovada no Senado Federal desmerece o pacto federativo e desvaloriza atuação do poder público municipal. “Não podemos deixar que as decisões relativas ao meio ambiente sejam centralizadas em Brasília”, destaca o presidente da entidade Sérgio Rodrigues Alves.

 

publicidade

A Federação pede aos deputados federais que seja aprovado o texto original que considera as realidades locais. “Os municípios são os verdadeiros conhecedores e vivenciam as necessidades ambientais locais, e é nos municípios que o verdadeiro cuidado com o meio ambiente acontece”, destaca parte do apela enviado aos parlamentares.

“Pedimos aos deputados federais que resgatem o texto original aprovado na Câmara Federal, que está de acordo com as realidades locais. É preciso entender que o afastamento de 15 metros em áreas ocupadas é inviável e ao em vez de proteger vai degradar ainda mais. Já o afastamento de 30 metros em áreas não ocupadas pode não ser ideal, e além de não proteger pode até prejudicar”, explica o presidente da Facisc, que pede aos deputados que rejeitem as alterações aprovadas pelo senado Federal.

Leia mais

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.