SCTODODIA - Ligados em tudo

Escolha a sua região:

Quinta-feira, 02 de dezembro de 2021
Geral

Sancionada Lei Mariana Ferrer, que proíbe constranger vítima de violência sexual

O caso Mariana Ferrer ganhou projeção nacional após denunciar abuso sexual e ser alvo de ofensas e humilhações durante sua audiência.

23/11/2021 23h40 | Atualizada em 24/11/2021 07h28 | Por: Redação | Fonte: ESTADÃO Conteúdo
Foto: Marcelo Casal Jr./ Divulgação: Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro sancionou sem vetos o projeto de lei Mariana Ferrer, que reprime o constrangimento de vítimas e testemunhas em julgamentos de crimes sexuais. O juiz do caso será responsável pelo cumprimento da medida.

O caso Mariana Ferrer ganhou projeção nacional em 2019, após a influenciadora digital denunciar abuso sexual e ser alvo de ofensas e humilhações por parte do advogado do acusado durante a audiência.

O advogado exibiu fotos e vídeos de Mariana na tentativa de argumentar que o ato criminoso teria sido consensual.

 

 

publicidade

"A sanção presidencial reafirma a importância quanto ao tratamento adequado às vítimas de violência sexual e às testemunhas durante a apuração da responsabilidade dos agressores, de modo que possam ter a sua dignidade preservada ao participar das audiências de instrução e julgamento", diz o governo, em nota.

A lei ainda aumenta a pena no crime de coação de um terço até a metade, caso o processo envolva crime contra a dignidade sexual.

"A propositura tem por finalidade reprimir a "vitimização secundária", qual seja, a violência psicológica no decorrer do procedimento de apuração e julgamento, considerando que a vítima já teria sofrido com a agressão pela qual o processo está sendo movido", acrescenta o Palácio do Planalto.

 

 

OUÇA NOSSAS RÁDIOS

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
48 3045.5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.