SCTODODIA - Ligados em tudo

Escolha a sua região:

Sábado, 22 de janeiro de 2022
Inovação

Acordo para uso estratégico da propriedade intelectual é firmado entre Santa Catarina e INPI

A parceria busca a cooperação técnica para atividades de conscientização e disseminação da cultura e uso do sistema da propriedade industrial no Estado.

13/12/2021 11h49 | Por: Beatriz Godoy Taveira | Fonte: Governo de Santa Catarina
O acordo foi firmado durante o evento de lançamento da Vitrine de PI 2.0. Foto: Ricardo Wolffenbüttel /Divulgação: Secom

Com o objetivo de aumentar a eficiência do ecossistema catarinense de inovação através do uso estratégico da Propriedade Intelectual, a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), firmou um acordo com o Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) nesta sexta-feira (10).

Assinado durante o lançamento da Vitrine de PI 2.0, uma plataforma destinada a promover negócios envolvendo propriedade intelectual, marcas, patentes e demais ativos intangíveis, o acordo busca a cooperação técnica para atividades de conscientização e disseminação da cultura e uso do sistema da propriedade industrial no Estado, com ênfase nos projetos apoiados pela Fapesc.

Além disso, a parceria também visa a inserção e a integração entre as instituições, especificamente para a melhoria da qualidade dos pedidos de propriedade industrial depositados por proponentes beneficiários de recursos da fundação catarinense, resultando no aumento da participação de Santa Catarina nos números de pedidos, bem como em novos negócios envolvendo propriedade industrial.

 

 

publicidade

O presidente do INPI, Cláudio Vilar Furtado, salientou a importância do acordo com a Fapesc. “Vamos estabelecer uma importante parceira com a Fapesc para desenvolvermos em conjunto estes trabalhos, que vão desde a preparação de gestores de propriedade intelectual nas empresas até mesmo a programas de mentorias aos inventores para que eles entrem com pedidos corretos no INPI, acelerando o processo de concessão. Muitos pedidos de registros acabam se perdendo por questões meramente administrativas”.

“Iniciamos as tratativas ainda em 2020 com uma articulação conjunta com representantes locais do INPI. Esse acordo, sem dúvida, vai gerar importantes frutos para o nosso Estado com a valorização da propriedade intelectual e sua proteção e transferência de tecnologia no âmbito dos programas apoiados pela Fapesc junto às universidades, empresas e startups”, ressaltou o presidente da Fapesc, Fábio Zabot Holthausen.

O diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação da Fapesc, Amauri Bogo, ainda afirmou que o acordo é também uma oportunidade para desenvolver e incentivar os negócios próprios em Santa Catarina. “Porque mesmo com todos os exemplos de sucesso do Estado, ainda é preciso conscientizar e disseminar a cultura do empreendedorismo. Isso vai gerar avanços dentro da propriedade intelectual e industrial. Será criada uma plataforma de gestão, com indicadores, ao qual possamos ver e controlar e divulgar a relação dos recursos públicos investidos e a repercussão dentro da propriedade intelectual”.

 

 

OUÇA NOSSAS RÁDIOS

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
48 3045.5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.