SCTODODIA - Ligados em tudo

Escolha a sua região:

Quinta-feira, 09 de dezembro de 2021
Meio Ambiente

Por que as tempestades de areia estão se tornando comuns no interior do Brasil?

Há um mês, uma tempestade de areia em grandes proporções causou preocupação aos moradores do interior do estado de São Paulo. O violento fenômeno deixou algumas pessoas feridas e resultou em um óbito

Criciúma - SC, 29/10/2021 11h59 | Atualizada em 29/10/2021 14h46 | Por: Guigo Romagna | Fonte: Rádio Cidade Em Dia
Foto: Redes sociais/Reprodução

Recentemente, uma tempestade de areia em grandes proporções preocupou moradores do interior do estado de São Paulo. O fenômeno incomum na região, foi se formando ao longo de meses, em virtude da seca na região somadas à temperatura elevada e as baixas precipitações. Esses fatores propiciaram uma perda da umidade do solo, o que favoreceu a criação da grande quantidade de materiais particulados no referido local.

“Meteorologistas acreditam que chegada da frente fria no início da Primavera foi um dos impulsionadores para a formação da tempestade de areia. O dia que ocorreu o evento climático, estava muito quente, então algumas nuvens carregadas começaram a se formar e o vento começou a levantar toda a poeira inclusa no solo seco, gerando dessa forma a tempestade”, salienta a bióloga Karolaine Supi, ao quadro Bio-Diver-Cidade desta sexta-feira (29).

Os principais fatores que contribuíram para o fenômeno são as mudanças climáticas causadas pela ação natural, tais como precipitações, velocidade no vento da superfície e o solo seco, além da questão das atividades humanas, que avança a todo vapor através das atividades agropastoris, o desmatamento e com a destruição do ecossistema.

 

publicidade

 

OUÇA NOSSAS RÁDIOS

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
48 3045.5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.