Sexta-feira, 12 de julho de 2024
Política

Mulheres levarão 80 anos para equilibrar o número de representantes nos parlamentos mundiais

Relatório com os dados é da União Interparlamentar

Santa Catarina, 10/07/2024 09h08 | Por: Matheus Machado | Fonte: ALESC

A participação de mulheres no Congresso brasileiro é menor do que 20%, de acordo com relatório anual da União Interparlamentar (UIP) publicado em 2022, considerando o índice de representatividade na Câmara de Deputados de 17,7%, e de apenas 16% no Senado.

A desigualdade de gênero na política, porém, não ocorre apenas no Brasil, onde mais da metade da população e do eleitorado são mulheres. Apenas seis países atingiram a paridade ou tiveram uma presença maior de mulheres do que homens nos parlamentos: Nova Zelândia, Cuba, México, Nicarágua, Ruanda e Emirados Árabes.

Ainda segundo a entidade, em todo o mundo, apenas 26,5% das cadeiras parlamentares são ocupadas por mulheres. No ritmo atual, a UIP calcula que as mulheres levarão 80 anos para atingir a paridade nos parlamentos em nível mundial. Estatísticas divulgadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostram que, entre 2016 e 2022, o Brasil teve 52% do eleitorado constituído por mulheres, 33% de candidaturas femininas e, em média, somente 15% de eleitas.

A União Interparlamentar - UIP (Inter-Parliamentary Union - IPU), é uma instituição da qual o Senado Federal brasileiro é membro desde a década de 1950.

publicidade

Leia mais

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.