SCTODODIA - Ligados em tudo

Escolha a sua região:

Aprenda a acumular milhas >FAZER O CURSO!
Domingo, 25 de fevereiro de 2024
Saúde

Número de casos de AVC em jovens tem aumentado

Para a prevenção, a melhor maneira é evitar os fatores de risco, destaca médica

Criciúma - SC, 03/01/2022 07h27 | Por: Eduardo Madeira | Fonte: Rádio Cidade em Dia
Foto: Divulgação

O Acidente Vascular Cerebral (AVC) é a segunda principal causa de mortes no Brasil e uma das mais recorrentes razões de sequelas e incapacidade no mundo. Mais de 16 milhões de pessoas são afetadas por ano e, destas, cerca de 6 milhões não resistem. Além disso, um outro dado tem despertado preocupação: pessoas mais jovens vêm sofrendo com AVCs.

O AVC é uma condição mais comum em adultos mais velhos, só que a incidência em jovens e pessoas de meia idade tem crescido nas últimas décadas. Aproximadamente um quarto dos acidentes vasculares cerebrais acontecem em pessoas com menos de 65 anos. No país, o número de mortes anuais causadas por AVC chega a cerca de 100 mil pessoas em todas as faixas etárias. Entre os anos 2000 e 2010, 62 mil pessoas abaixo dos 45 anos faleceram por AVC.

Isso também é observado em Criciúma, como destaca a doutora Gisele de Medeiros, responsável pela Unidade de AVC do Hospital São José. Normalmente, os mais jovens acometidos pelo acidente possuíam algum fator genético que favoreceu esse quadro. “Atendemos, predominantemente, pacientes acima de 55 anos, mas tem alguns mais jovens que, geralmente, tem algum problema congênito de coração, alguma malformação de coração que persiste durante a vida adulta, alguns por arritmia cardíaca, muitos por problemas genéticos de facilidade de fazer trombose e alguns por uso de drogas. Aconteceram alguns AVCs durante a pandemia por causa da Covid-19”, observou.

O AVC é uma condição que ocorre quando a circulação de sangue para o cérebro é interrompida de alguma forma, impedindo que o órgão obtenha nutrientes e oxigênio. O acidente vascular cerebral geralmente é causado por um coágulo, que seria o AVC isquêmico, ou por algum sangramento, o AVC hemorrágico.

Algumas características específicas aumentam os riscos de desenvolvimento da doença. No caso de AVC em jovens, os agravantes são doenças cardíacas congênitas ou adquiridas, distúrbios metabólicos, doenças vasculares ou no sangue, tabagismo, uso excessivo de álcool e estresse.

Para a prevenção, a melhor maneira é evitar os fatores de risco. “Manter um controle da pressão arterial se tiver problemas de pressão alta, controle adequado dos diabetes, evitar o tabagismo, o uso de drogas, praticar atividades físicas para baixar o colesterol e o peso corpóreo, alimentação saudável e avaliação cardiológica no sentido de ver se há alguma arritmia cardíaca ou algum pequeno defeito no coração no nascimento”, elencou Gisele.

Ouça abaixo a reportagem completa:

publicidade

 

Leia mais

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.