SCTODODIA - Ligados em tudo

Escolha a sua região:

Domingo, 24 de outubro de 2021
SC

“Cerca de R$ 300 mil por mês a mais para entidades filantrópicas”, diz Celesc sobre redução de taxa administrativa

A Celesc reduziu para 3,5% a taxa de administração referente à arrecadação de convênios sobre as doações recebidas por entidades sem fins lucrativos por fatura de energia. O diretor de geração, transmissão e novos negócios da Celesc, Pablo Cupani, explica que a medida permitirá que mais recursos cheguem a essas instituições

Santa Catarina, 05/10/2021 08h15 | Atualizada em 05/10/2021 09h21 | Por: Bárbara Dias | Fonte: Celesc
Foto: Agência Alesc/Divulgação

Com 572 convênios firmados com entidades filantrópicas, a Celesc reduziu para 3,5% a taxa de administração referente à arrecadação de convênios sobre as doações recebidas por entidades sem fins lucrativos por fatura de energia. Antes, na maioria dos casos, o percentual era de 10%, variando de acordo com a entidade. Em entrevista a Matheus Aguiar, no Jornal da Rádio Cidade, desta segunda-feira (4), o diretor de geração, transmissão e novos negócios da Celesc, Pablo Cupani, explica que a medida permitirá que mais recursos cheguem a essas instituições. “Em torno de R$ 300 mil por mês a mais que irão para as entidades”, conta. Ele relata que são cerca de R$ 3,5 milhões por ano para locais como asilos, Apaes, alguns hospitais filantrópicos e o Corpo de Bombeiros. “Esse é um valor que levou em conta uma otimização interna, para que pudesse cobrir os nossos custos internos de administração”, esclarece. Pablo ainda garante que isso não causará prejuízos para a Celesc.

publicidade

 

OUÇA NOSSAS RÁDIOS

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
48 3045.5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.