SCTODODIA - Ligados em tudo

Escolha a sua região:

Domingo, 24 de outubro de 2021
SC

Obrigatoriedade da vacina contra a Covid-19 e tratamento precoce são discutidos na Alesc

O assunto causou divergências entre os deputados na sessão desta quinta-feira (30).

Santa Catarina, 30/09/2021 23h52 | Por: Beatriz Godoy Taveira | Fonte: Alesc
Foto: Divulgação/Alesc

A obrigatoriedade e eficácia da vacina contra a Covid-19 estiveram em pauta durante a sessão ordinária na tribuna da Assembleia Legislativa de Santa Catarina nesta quinta-feira (30). O assunto foi questionado pelo deputado Rudinei Floriano (PSL), que afirmou fazer o uso da ivermectina todo mês e recomendou que para quem quiser fazer o mesmo, já que os medicamentos do chamado “kit Covid” são “medicamentos usados há muitos anos”.

publicidade

O deputado Neodi Saretta (PT), presidente da Comissão de Saúde, deixou claro que essa não é a opinião majoritária da Assembleia Legislativa. Ele ainda defendeu que as pessoas tomem a vacina, completando o esquema vacinal necessário. “Quem defende a vida e a saúde tem de pensar em todos os mecanismos possíveis para evitar a perda de vidas”, disse Saretta, lembrando das mais de 600 mil mortes notificadas em decorrência da doença no país.

Floriano afirmou que respeita a opinião do deputado Neodi Saretta, porém enfatizou que é contra “a obrigatoriedade da vacina”, acrescentando que o tratamento precoce é um mecanismo possível para enfrentar a pandemia, considerando a vacina “um experimento” e classificou como “palhaçada” que os países estrangeiros exijam passaporte sanitário.

OUÇA NOSSAS RÁDIOS

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
48 3045.5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.