SCTODODIA - Ligados em tudo

Escolha a sua região:

Aprenda a acumular milhas >FAZER O CURSO!
Sábado, 24 de fevereiro de 2024
Segurança

Cocal do Sul inicia campanha pelo fim da violência contra a mulher

Em um cenário caótico e assustador, um dado alarmante preocupa. Segundo pesquisa divulgada pelo Datafolha, uma em cada quatro mulheres foi vítima de algum tipo de violência na pandemia no Brasil

Cocal do Sul - SC, 11/11/2021 14h27 | Atualizada em 11/11/2021 14h48 | Por: Redação | Fonte: Rádio Cidade Em Dia
Foto: Divulgação

O Governo Municipal de Cocal do Sul por meio da Secretaria de Assistência Social iniciou no mês de novembro o projeto “Combatendo a violência contra a mulher no município de Cocal do Sul”. A campanha é em alusão ao Dia Internacional de Luta Contra a Violência da Mulher, que é celebrado no dia 25 deste mesmo mês.

Devido ao período da pandemia da Covid-19, os serviços prestados pela Assistência Social precisaram se adaptar e partir disso, se reinventar na busca de novas maneiras de orientar e mobilizar a sociedade para assuntos importantes como este. Respeitando todos os protocolos sanitários, a equipe protocolou ações que pudessem conscientizar e com isso, atingir um público cada vez maior.

Em um cenário caótico e assustador, um dado alarmante preocupa. Segundo pesquisa divulgada pelo Datafolha, uma em cada quatro mulheres foi vítima de algum tipo de violência na pandemia no Brasil. “Consideramos que o distanciamento social, o incentivo ao isolamento nas casas e diminuição do convívio social, pode estar ocasionando diversas formas de violência e o silêncio está dificultando que as denúncias cheguem aos órgãos competentes”, explica a psicóloga do CREAS”, Luciana Gerônimo.

Dessa forma, a equipe do CREAS tem realizado atividades no município, como informações nas mídias sociais e escritas, faixas em órgãos públicos, além de orientações sobre o tema, conscientizando sobre a necessidade de denunciar casos suspeitos aos órgãos competentes.

“Uma das ações muito importantes foi a parceria firmada coma Delegacia Civil e CREAS, para as mulheres que sofreram violência doméstica e a partir disso, são encaminhadas ao serviço de proteção; ao todo 15 mulheres já foram atendidas entre agosto e outubro”, declara a coordenadora da Assistência Social do município, Patrícia De Lucca que participou do programa Cotidiano desta quinta-feira (11).

 

publicidade
SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.