SCTODODIA - Ligados em tudo

Escolha a sua região:

Aprenda a acumular milhas >FAZER O CURSO!
Sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024
Segurança

Homem que ameaçava esposa com faca é morto pela Polícia Militar

Caso foi durante a madrugada da última segunda-feira (01), em Itajaí. Segundo a mulher, o companheiro havia passado o fim de semana consumindo drogas e bebidas alcóolicas.

Itajaí - SC, 03/11/2021 08h45 | Atualizada em 03/11/2021 08h47 | Por: Daiana Brocardo | Fonte: Polícia Militar de Itajaí
Foto: Divulgação PM Itajaí

Um caso de violência contra a mulher acabou com o agressor morto pela Polícia Militar, em Itajaí, na madrugada da última segunda-feira (01). Segundo a PM, a guarnição foi acionada para ir até o bairro São Vicente, onde a mulher, de 24 anos, estaria trancada dentro de casa e o marido rodeando a residência e fazendo ameaças.

Segundo o relato no boletim de ocorrência da PM, ao chegar ao local os policiais encontraram o homem, de 31 anos, completamente alterado no quintal com duas facas em mãos proferindo ameaças de morte contra a companheira.

Diante da agressividade do homem, mais uma viatura e a equipe do Tático foram acionadas. Os policiais tentaram fazer contato com o homem, que permaneceu inquieto por todo tempo. “Ele andava de um lado para o outro batendo com as facas no portão em direção aos policiais e arrastando as facas no chão e gritava que iria matar policial por policial simultâneo a xingamentos”, relatam os policiais.

Após vários pedidos para largar a faca sem sucesso, os policiais usaram arma de choque para neutralizar o homem, que chegou a cair no chão mas não foi neutralizado e continuou a atacar. Segundo a PM, foi quando as guarnições atiraram vária vezes contra ele, mesmo ferido, não largou a faca. “Foi preciso um chute arrancar a faca de sua mão”, relatam os PMs. O socorro foi acionado, mas o homem, de 31 anos, morreu no local.

A mulher contou aos policiais que o companheiro estava desde sexta-feira (29) consumindo cocaína e bebida alcoólica, reagindo com alucinações gritando que iria matar alguém e que tinha o desejo de morrer. Ainda conforme ela, essa situação tinha se tornado rotineiro nos últimos tempos.

publicidade

Dados de violência contra a mulher em Itajaí

Apesar do desfecho trágico da ocorrência, o caso alerta para os números de violência contra a mulher. Segundo um relatório divulgado no mês Vigilância Epidemiológica de Itajaí, de janeiro de 2020 a de junho de 2021, o Município notificou 245 casos de violência contra a mulher. O número representa 20,26% dos 1.269 casos de violência interpessoal e autoprovacada notificados no mesmo período. Desses 245 casos de violência contra a mulher, 57,58% foram de violência física, 27,25% de violência psicológica, 8,15% de violência sexual, 4,21% de negligência/abandono, 2,25% de violência financeira e 0,56% de intervenção legal (intervenção por agente legal público como, por exemplo, abuso de autoridade). Em 43% dos casos, o agressor foi o companheiro.

Segundo o Observatório da Violência contra a Mulher, de janeiro até o dia 30 de setembro desse ano, 31 mulheres foram vítimas de feminicídio em Santa Catarina; quase 11 mil medidas protetivas foram expedidas pela justiça nesse período. 

Como denunciar?

Pessoas vítimas de violência podem denunciar o agressor pelos telefones: 190 (Polícia Militar), 181 (Polícia Civil), 153 (Guarda Municipal), 180 (Canal de Atendimento à Mulher) e 100 (Disque Direitos Humanos). Em casos de ferimentos, acione o Corpo de Bombeiros pelo telefone 193 ou Samu pelo 192.

 

*Com informações da Secretaria de Saúde de Itajaí

 

 

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.