SCTODODIA - Ligados em tudo

Escolha a sua região:

Aprenda a acumular milhas >FAZER O CURSO!
Sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024
Segurança

Júri dos dois últimos acusados pela chacina em hotel de Canasvieiras é adiado a pedido da defesa

O julgamento aconteceria nesta quinta-feira (11) no Fórum da Capital.

10/11/2021 21h21 | Atualizada em 11/11/2021 07h14 | Por: Beatriz Godoy Taveira | Fonte: MPSC
Foto: Freepik

A sessão do Tribunal do Júri que iria julgar os últimos dois dos três denunciados pela chacina em um hotel de Canasvieiras foi adiado. O julgamento que aconteceria na manhã desta quinta-feira (11) no Fórum da Capital foi adiado a pedido da defesa. Em novembro de 2020 um dos acusados já foi condenado em sessão separada.

Denunciados em ação penal pública por cinco homicídios triplamente qualificados - motivo torpe, asfixia e sem chances de defesa às vítimas -, furto qualificado, roubo majorado e fraude processual, o Ministério Público de Santa Catarina pedirá a condenação dos dois últimos responsáveis pela chacina.

publicidade

Além disso, o MP ainda fará o requerimento de agravamento da pena, para que o tempo de prisão seja aumentado em caso de condenação, em relação a morte de uma das vítimas, que tinha mais de 60 anos.

Em julho de 2018, Paulo Gaspar Lemos, Paulo Gaspar Lemos Júnior, Katya Gaspar Lemos, Leandro Gaspar Lemos e Ricardo Lora foram cruelmente assassinados depois de terem sido rendidos e amarrados no hotel de propriedade da família Lemos. O crime foi planejado por um ex-funcionário do estabelecimento devido a uma dívida trabalhista.

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.