SCTODODIA - Ligados em tudo

Escolha a sua região:

Aprenda a acumular milhas >FAZER O CURSO!
Segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024
Segurança

Os quatro réus acusados no caso da boate Kiss foram condenados por dolo eventual

Sentença foi proferida no fim da tarde desta sexta-feira, 10, pelo juiz Orlando Faccini Neto

Porto Alegre - RS, 10/12/2021 19h12 | Atualizada em 10/12/2021 19h26 | Por: Redação
Foto: Divulgação/MPRS

Os quatro réus denunciados pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul por 242 homicídios consumados e 636 tentados na tragédia da boate Kiss, em Santa Maria, foram condenados por dolo eventual nesta sexta-feira, 10 de dezembro. No dolo eventual o autor não quis agir ou se omitir para atingir um determinado resultado, mas conhecia e assumiu o risco do resultado não pretendido inicialmente, já que, se sua intenção fosse atingir esse resultado, o dolo seria direto e não o eventual

O julgamento iniciado no dia 1º de dezembro, no Foro Central de Porto Alegre, chega ao fim com a leitura das penas fixadas pelo juiz Orlando Faccini Neto. 

Os quatro réus receberam as seguintes condenações: 

Elissandro Callegaro Spohr (sócio da boate), 22 anos e 6 meses de reclusão em regime inicial fechado.

Mauro Londero Hoffmann (sócio da boate), 19 anos e 6 meses de reclusão em regime inicial fechado.

Luciano Bonilha Leão (produtor da banda), 18 anos de reclusão em regime inicial fechado.

Marcelo de Jesus dos Santos (vocalista da banda), 18 anos de reclusão em regime inicial fechado.

 

publicidade

A atuação em plenário, neste que foi o maior júri da história do Rio Grande do Sul, coube aos promotores de Justiça Lúcia Helena de Lima Callegari e David Medina da Silva.

O cumprimento da pena se daria em regime fechado e, por ser superior a 15 anos, seria executada de forma provisória. A prisão dos quatro foi decretada pelo magistrado. No entanto, Faccini Neto recebeu a comunicação de que o Tribunal de Justiça concedeu um habeas courpus preventivo em favor de um dos réus, o que fez suspender a execução da pena dos quatro. Portanto, nenhum deles foi preso.

 

Leia mais

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.