SCTODODIA - Ligados em tudo

Escolha a sua região:

Aprenda a acumular milhas >FAZER O CURSO!
Sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024
Social

Internada para cirurgia, paciente do HNSC produz contas de terço: "Isso, pra mim, é vida"

Devota de Santa Teresinha do Menino Jesus, dona Valquíria Nunes de Quadros descobriu um passatempo para ocupar a mente enquanto está internada no Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Tubarão

Tubarão, 25/11/2021 11h10 | Atualizada em 25/11/2021 14h39 | Por: Lara Silva | Fonte: Rádio Cidade Tubarão
Foto: Arquivo Pessoal

Os dias em um hospital não são os mais fáceis, principalmente quando se é diagnosticado com uma doença cardíaca e precisa ficar internado. Passando por isso, dona Valquíria Nunes de Quadros, de 83 anos, teve a ideia de fazer esse período ser diferente. Enquanto está internada no setor 5 do Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Tubarão, ela confecciona contas de terço com pétalas de rosas. Segundo o filho, Roberto Nunes de Quadros, Valquíria é devota de Santa Teresinha e com os rosários prontos, continuará ajudando na arrecadação de recursos para o santuário do bairro Passagem. "Além de evangelizar, esse trabalho fez com que minha mãe tirasse o foco da doença, da morte e aproximar ainda mais de Santa Teresinha. Isso encheu de alegria e tomou uma proporção. É uma peregrinação no quarto, realmente é impressionante. Os outros pacientes se sentem impressionados. É uma benção", relata.

Em meio a timidez, dona Valquíria aceita falar com a reportagem e diz que essa produção, para ela, é vida. "Depois que eu comecei a fazer, minha vida mudou completamente. Santa Teresinha é minha vida! Meu conselho é que as pessoas que estão no hospital procurem ser calmas, atender todo mundo com carinho. Não sejam agressivos com as enfermeiras, porque elas são maravilhosas. Quando a gente age assim, só temos paz na alma, no coração e na vida", garante.

 

publicidade

Vera Lucia Cantelli, amiga pessoal de Valquíria, foi quem deu a ideia de levar a produção para o hospital. Para ela, isso serve para a idosa não se sentir separada do mundo devido à internação. "Se ela não pudesse sair da cama, ainda assim poderia fazer. Ocupa o corpo, a mente e o espírito, porque ela está muito feliz, nem pensa nos problemas de saúde. Estou aqui para ajudá-la a passar por esse momento difícil", afirma.

Já considerada famosa em todo o hospital, o filho diz que o quarto é bem movimentado todo o dia. Isso, segundo ele, faz muito bem para ela, que aguarda a cirurgia para trocar a válvula aórtica e fazer três pontes safenas.

 

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.