Quinta-feira, 30 de maio de 2024
Tempo

Onda de calor atinge todas as regiões do país e temperaturas podem chegar a 45ºC

Alerta foi feito pela MetSul Meteorologia e o calor virá na última semana do inverno

Brasil, 18/09/2023 07h32 | Por: Redação | Fonte: MetSul Meteorologia
Foto: MetSul/Reprodução-SCTodoDia

Nos próximos dias, um episódio excepcional de calor irá atingir grande parte do Brasil. O alerta preocupante foi feito pela MetSul Meteorologia. As temperaturas previstas para esta semana e a próxima deverão superar significativamente as médias históricas de temperatura máxima em todas as cinco regiões do país, com o potencial de quebrar recordes tanto para o mês de setembro quanto recordes absolutos.

Uma massa de ar extremamente quente está prestes a cobrir o Brasil, e embora o calor já esteja presente no Centro-Oeste e no Sul do país no início desta semana, espera-se que a segunda metade da semana traga temperaturas ainda mais elevadas, alcançando níveis atípicos mesmo para o mês de setembro. Esta situação representa um alto risco devido à severidade do calor esperado, exigindo uma atenção especial das autoridades.

Vários estados brasileiros enfrentarão um calor intenso a extremo, com temperaturas atingindo ou superando os 40ºC. Os estados afetados incluem Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Mato Grosso, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Distrito Federal, Rondônia, Amazonas, Pará, Tocantins, Bahia, Piauí e Maranhão. A situação mais crítica é esperada no Mato Grosso e no Mato Grosso do Sul, onde a maioria das cidades poderá registrar temperaturas acima dos 40ºC, com máximas extremas especialmente na região do Pantanal e arredores. Algumas áreas podem até atingir marcas excepcionais entre 43ºC e 45ºC.

O epicentro dessa onda de calor estará localizado entre o Paraguai, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, criando uma espécie de "domo de calor". Esse fenômeno atmosférico é conhecido como "bolha de calor" e ocorre quando áreas de alta pressão permanecem estacionárias, comprimindo o ar no solo e elevando drasticamente as temperaturas. A previsão é de que essa bolha de calor se intensifique entre o final desta semana e o início da próxima.

Essa onda de calor não apenas representa um desconforto extremo, mas também apresenta riscos à saúde e à vida da população, especialmente para idosos e pessoas com condições médicas preexistentes. O calor extremo pode ser mortal, e é importante que as pessoas tomem medidas de precaução, como manter-se hidratadas, usar roupas leves, evitar ficar em carros estacionados sob o sol e estar cientes dos sintomas de insolação, como náuseas, vômitos e confusão mental.

publicidade

A situação é tão crítica que até mesmo recordes históricos de temperatura podem ser quebrados durante esse evento de calor extremo. São Paulo, por exemplo, pode registrar temperaturas que desafiam os recordes não apenas para setembro, mas também para toda a série histórica de registros climáticos.

É importante destacar que eventos de calor extremo como esse estão se tornando mais frequentes devido às mudanças climáticas globais. É fundamental que as autoridades e a população estejam preparadas para lidar com esses desafios cada vez mais graves relacionados ao clima. A segurança e o bem-estar da população devem ser a prioridade máxima durante essa onda de calor excepcional.

Leia mais

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.