SCTODODIA - Ligados em tudo

Escolha a sua região:

Invista no posicionamento digital da sua empresa com o Estúdio SContime!CLIQUE AQUI
Terça, 24 de maio de 2022

COLUNISTAS

Eduardo Mota Pereira

Uma sociedade doente

05/02/2022 08h00 | Atualizada em 18/02/2022 18h25 | Por: Eduardo Mota Pereira
Imagem: Pexels

Quem acompanha o noticiário deve ter tomado conhecimento do assassinato de um jovem congolês no Rio de Janeiro, que foi até um quiosque cobrar uma dívida trabalhista. As reações ao crime foram de horror e choque por todo o país, e não é pra menos. Esse homicídio - e todos os outros 40, 50 mil que ocorrem por ano em média no Brasil - representa muito do quão estamos doentes enquanto sociedade e enquanto nação.

Chegamos a um ponto, no Brasil do século XXI, que a vida humana está totalmente descartável, que por qualquer motivo uma pessoa pode morrer - ou matar alguém -. Passamos a enxergar outras pessoas como rivais, como inimigos e tudo já é motivo para violência e ódio.

Toda essa situação me fez refletir: será que somos mesmo um povo tão alegre, hospitaleiro e caloroso como tentam tanto nos vender? É isso mesmo que as pessoas percebem no dia-a-dia? Com tanta violência, intolerância e crueldade, será que faz sentido continuarmos mentindo para nós mesmos?

A verdade é que a violência está internalizada e assimilada pelo grosso da população brasileira. Estamos tão habituados a ela que a criminalidade se normaliza, as pessoas se acostumaram com o cotidiano violento e convivem com ele como se fizesse parte da rotina.

Ante o exposto, acho interessante notar que um homicídio de um jovem negro e imigrante, por um motivo totalmente absurdo, pois não existem motivos que justifiquem um assassinato, chocou grande parte dos brasileiros. Mas é com essa realidade violenta com a qual convivemos todos os dias, realidade essa que deve permanecer, se a impunidade continuar sendo a regra de nosso sistema de justiça, e a intolerância continuar sendo a regra do nosso comportamento. Quantos Moïses mais deverão morrer nesse país?

Nossa sociedade está doente, o Brasil está doente.

OUÇA NOSSAS RÁDIOS

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
48 3045.5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.