SCTODODIA - Ligados em tudo

Escolha a sua região:

Invista no posicionamento digital da sua empresa com o Estúdio SContime!CLIQUE AQUI
Segunda-feira, 23 de maio de 2022

COLUNISTAS

Lucas Marques

Sem brilho e com efetividade

27/01/2022 13h30 | Atualizada em 27/01/2022 18h40 | Por: Lucas Marques
Foto: Gustavo Meíja/HLFC

Com duas vitórias contra adversários diretos, uma defesa que ainda não foi vazada, e contando com a estrela de Garraty, o começo do Campeonato Catarinense não poderia ser melhor para o Hercílio Luz. As duas vitórias do Leão do Sul até aqui não foram brilhantes, mas mostram uma clara evolução do time que foi eliminado na Copa Santa Catarina. O objetivo estabelecido antes da bola rolar era a permanência na primeira divisão, porém, o torcedor mais otimista já se permite sonhar com algo a mais.

Contra o Próspera, uma primeira etapa muito abaixo da média. Peças que tiveram bom rendimento na primeira rodada, como Vitinho e Dentinho, entregaram pouquíssimo futebol nos 45 minutos iniciais do Orlando Scarpelli. De positivo, fica a atuação do lateral Paulinho, seguro na defesa, importante na construção de jogo e com qualidade nas poucas jogadas ofensivas pelo seu lado. 

Dener, que deveria ser a peça central para a saída de bola, se apresentava pouco e forçava os zagueiros a buscarem ligações diretas ao ataque, que só resultavam em entregar a posse de bola ao adversário. As outras duas peças do meio, Vitinho e Jhonatan Cabeça, acabaram anulados pela marcação do Time da Raça e contribuíram muito pouco tanto na construção quanto nas chegadas ao ataque. Do trio da frente, destaque negativo para Vinícius Urbano, sem sucesso nas disputas com a zaga e se associando pouco com os companheiros de ataque. Falando neles, as partidas de Pederzoli e Dentinho podem ser definidas como protocolares: não comprometeram, e nem entregar nada de diferente.

As mexidas de Raul Cabral no intervalo mudaram o tom da partida, deixando claro que o Hercílio tem o melhor elenco (e expuseram ainda mais a ingrata missão de Emerson Cris a frente do Próspera). Além do belo gol do iluminado Garraty, o estreante Igor trouxe velocidade pela esquerda, e criou duas chances claras de gol, desperdiçadas por Dentinho e Matheus Campos. Com a vantagem no placar, o Hercílio abriu mão da posse para apostar nos contra-ataques, viu o Próspera crescer no jogo, ameaçando por algumas vezes (sem sucesso) a meta do goleiro Matheus.

Com a blitz ofensiva do adversário, ficaram expostos os dois extremos da defesa hercilista: a experiência e qualidade de Rafael Lima, melhor em campo para na minha opinião, e o nervosismo do lateral-direito Cleiton, que erra em proporções iguais na defesa e no ataque.

Com duas rodadas passadas, ainda é cedo para maiores conclusões. Mas a já rotineira postura defensiva adotada por Raul após marcar, pode não ser a melhor estratégia contra as grandes equipes da competição, apesar de funcionar nos jogos com adversários diretos, como Juventus e Próspera. O tira-teima poderá ser contra o Brusque de Waguinho Dias, no próximo domingo.

OUÇA NOSSAS RÁDIOS

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
48 3045.5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.