SCTODODIA - Ligados em tudo

Escolha a sua região:

A concorrência cresce no digital e sua empresa não tem presença online?EVOLUA!
Segunda-feira, 04 de julho de 2022
Saúde

Caso suspeito de varíola dos macacos é investigado em Santa Catarina

Também há um outro caso suspeito investigado pelo Ministério da Saúde no Ceará.

Dionísio Cerqueira - SC, 30/05/2022 16h04 | Atualizada em 31/05/2022 09h54 | Por: Lucas Marques
Foto: Getty Images

Santa Catarina tem seu primeiro caso suspeito de varíola dos macacos. A confirmação partiu do Ministério da Saúde nesta segunda-feira (30). Também há uma segunda suspeita, no Ceará. A pasta afirmou que está em contato com os estados “para apoiar no monitoramento e ações de vigilância em saúde”.

A Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina (SES), por meio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE), repassou que o caso suspeito é de uma mulher de 27 anos, moradora de Dionísio Cerqueira e com registro de internação hospitalar. A paciente registrou os primeiros sintomas no dia 24 de maio, com o aparecimento de erupções cutâneas agudas do tipo papulovesicular em diferentes regiões do corpo, que foram acompanhadas de dificuldade para engolir, dores e desconforto nos músculos, diminuição da força muscular, febre e linfonodomegalia.

publicidade

No momento, a mulher aguarda o resultado dos exames laboratoriais para outras doenças e segue em monitoramento.

A investigação está sendo realizada pela Secretaria Municipal de Saúde, Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina e Laboratório Central de Santa Catarina (Lacen) com apoio do Ministério da Saúde. Até o momento, não há confirmação de nenhum caso no Estado.

Caso suspeito no RS

Um terceiro possível caso, no Rio Grande do Sul, também foi notificado. Em nota, a Secretaria Municipal da Saúde de Porto Alegre informou que recebeu contato de um profissional de saúde para notificar a suspeita. “Atendendo ao fluxo da Rede Cievs, a informação foi remetida à Sala de Situação Monkeypox do Ministério da Saúde, órgão responsável pela investigação. A Diretoria de Vigilância em Saúde e o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde seguem acompanhando o caso junto ao Ministério da Saúde”, repassa o informe. 

O possível infectado é um homem que chegou de Portugal no último dia 10 de maio. Nesta segunda-feira (30), ele deve passar por mais uma consulta e coleta de material para que sejam feitos os exames.

Casos no mundo

Até o momento, 257 casos de varíola dos macacos foram notificados em 20 países considerados não endêmicos, enquanto outras 120 infecções permanecem sendo investigadas. A região com maior número de ocorrências é a Europa, onde pode estar havendo algum grau de transmissão comunitária.

A varíola dos macacos é considerada uma doença rara. Os sintomas iniciais são semelhantes a uma gripe, como febre, exaustão e dor de cabeça. Infectados pela doença também apresentam erupção na pele, rosto e corpo.

Leia mais

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.