Sexta-feira, 12 de julho de 2024
Bem-estar

Dia Nacional de Combate ao Assédio no Trabalho é comemorado em 2 de maio

Em resposta a crescentes preocupações com assédio moral e sexual no trabalho, Brasil adota diretrizes internacionais para combate ao assédio no ambiente laboral, com política de saúde e dignidade, saiba o que é e como denunciar

Florianópolis - SC, 02/05/2024 07h20 | Por: Kelle Maciel | Fonte: TST
Foto: Vasilis Caravitis/Ilustração/SC Todo Dia

No Dia Nacional de Combate ao Assédio no Trabalho, celebrado em 2 de maio, o Brasil implementa normas internacionais e a introdução de recursos educativos destinados a fortalecer a prevenção do assédio moral e sexual no trabalho. O assédio no ambiente de trabalho, caracterizado por atitudes abusivas repetitivas como humilhações, isolamento e difusão de boatos, compromete gravemente a saúde mental e física dos trabalhadores. 

O assédio moral no trabalho pode levar a uma diminuição significativa na autoestima e motivação dos empregados, resultando em produtividade reduzida e aumento da rotatividade de pessoal. As vítimas frequentemente relatam sentir-se inúteis e incompetentes, uma situação exacerbada por críticas constantes e tarefas impossíveis de serem concluídas. Especialistas apontam que o ambiente tóxico gerado pelo assédio moral também pode aumentar os erros, acidentes no trabalho e licenças médicas.

Já o assédio sexual pode causar depressão, estresse severo e alterações significativas no comportamento e saúde física das vítimas, incluindo insônia, alterações de peso, e até pensamentos suicidas. Além disso, esses casos frequentemente resultam em um ambiente de trabalho hostil que prejudica a capacidade de estabelecer relações interpessoais e profissionais saudáveis. A exposição negativa do nome das instituições envolvidas também é uma consequência direta, impactando a imagem pública de maneira duradoura.

Os trabalhadores podem denunciar casos de assédio utilizando diversos canais oficiais. Um dos principais é o sistema “FalaBR”, uma plataforma governamental acessível via site http://falabr.cgu.gov.br, que permite o envio anônimo de denúncias, garantindo a proteção contra retaliações. Essas ferramentas são essenciais para que as denúncias sejam investigadas e as medidas disciplinares necessárias sejam aplicadas, contribuindo para a promoção de um ambiente de trabalho seguro e respeitoso.

Cartilha de prevenção ao assédio:
 

 

publicidade

Leia mais

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.