Sábado, 25 de maio de 2024

COLUNISTAS

Fabrício Attanásio

7 lições que o evento de Inovação na Indústria e o ODS na Prática nos ensinam

10/10/2023 16h49 | Por: Fabrício Attanásio

Primeiramente, gostaria de parabenizar a CNI - Confederação Nacional da Indústria, o Sebrae Nacional e a todos(as) envolvidos(as) na organização do 10º Congresso Internacional de Inovação na Indústria realizado em São Paulo, a organização foi impecável. 

Da mesma forma, parabenizar todos os signatários do Movimento Nacional ODS Santa Catarina (https://sc.movimentoods.org.br/) , especialmente o Comitê ODS de Tubarão e da Amurel que abrange os 18 municípios da região, foi lindo ver todos os setores e pessoas da sociedade representados nas ações em prol dos ODS em seus municípios.

É importante destacar que não tenho a pretensão de esgotar todos os aprendizados relacionadas a essas duas incríveis iniciativas, mas a partir delas, propor uma reflexão sobre alguns pontos que considero importante.

1. Alinhamento de propósitos - com o tema da Ecoinovação escolhido para o Congresso Internacional de Inovação, todo o conceito e conteúdos do evento giraram de forma muito coerente em torno da Sustentabilidade, ESG e Inovação, se conectando diretamente com a Agenda 2030 e ODS, podendo ser evidenciado em suas atrações, inovações e tecnologias voltados a Ecoinovação. E estão plenamente alinhados a causa do movimento nacional ODS de mobilizar pessoas e organizações de SC para a realização de práticas alinhadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), e a semana ODS na Prática que acontece na última semana de setembro, uma ação coordenada entre os Comitês Locais e seus signatários para dar visibilidade às iniciativas relacionadas aos ODS.

2. Precisamos valorizar mais o Brasil - muitos palestrantes internacionais falaram muito bem do Brasil no Congresso de Inovação, em todos os sentidos, desde seus recursos naturais até as pessoas e nossa cultura. E destacaram que temos a oportunidade de nos tornarmos um país de referência na Ecoinovação, agora será que estamos valorizando o que temos no Brasil? Aqui a pauta deve ser comum, a Agenda 2030 e os ODS, só terão êxito se as pessoas, o planeta, neste caso o Brasil, a prosperidade, parcerias e a paz aconteçam. Será que estamos realmente valorizando e aproveitando as oportunidades que temos de construir um futuro sustentável? 

3. Não deixar ninguém para trás - essa é a bandeira da Agenda 2030 e os ODS, mas o que surpreendeu foi Harris Pastides, presidente emérito da University of South Carolina, um dos painéis do Congresso Internacional de Inovação na Indústria, afirmar que seu sonho para o Brasil é que as tecnologias e inovação cheguem aos mais pobres...se isso não acontecer na visão dele, o Brasil não conseguirá alcançar o desenvolvimento almejado...só conseguirá com essa inclusão, destacou ele. É nessa direção que o Movimento Nacional ODS em SC atua, oportunizando a todos que participem, incluir as  tecnologias e inovações neste desenvolvimento é um desafio em alguns casos, mas não só necessário, fundamental para não ficarmos para trás enquanto país e não deixarmos ninguém para trás. 

4. Ecoinovação e as Tecnologias e Inovações – ficou evidente nas Tecnologias e Inovações voltadas a sustentabilidade, ESG e Ecoinovação apresentadas e demostradas no congresso, estão cada dia mais presentes em nossas vidas, mais acessíveis e viáveis. Um aspecto interessante é o aprendizado destas tecnologias e inovações a partir da sabedoria da natureza, beneficiando as pessoas e toda a sociedade. Sem dúvidas, associar as inovações e tecnologias a sustentabilidade, colocar em prática a Ecoinovação pode gerar grandes oportunidades. É claro que sabemos que para as demandas de trabalho do século XXI, precisamos nos qualificar e estar sempre atualizados, aqui surgem os desafios, como incluir todos neste processo de transformação? 

5. Consciência e atitudes sustentáveis – sem dúvidas, cada detalhe do congresso, os cenários sustentáveis, atrações, gestão dos resíduos e gases do efeito estufa, refletiram a consciência e atitudes individuais e coletivas, uma preocupação com a pegada de carbono e métricas ESG e Sustentabilidade do evento. Na mesma semana, as ações dos Signatários do Comitê ODS de Tubarão e demais regiões de SC agiram na direção Semana ODS na Prática, promovendo ações que contribuem para implementação da Agenda 2030 e ODS. 

6. É um caminho sem volta – Os riscos publicados pelo Fórum Econômico Global, fatores climáticos, práticas protecionistas dos países, exigências cada vez maiores das instituições financeiras, seguradores, etc.... São evidências que as Empresas e demais organizações e governo não podem ignorarem. Seja por obrigação ou por consciência, a Sustentabilidade e ESG, já é um caminho sem volta, atualmente para alguns mercados e setores é uma questão de sobrevivência e competitividade. Não é mais uma tendência, já virou realidade! E todos nós precisamos fazer nossa parte.

7. As pessoas que acreditam, fazem acontecer – você já viu algum voluntário não acreditar no que faz? Pois é, e nas empresas esse é o grande desafio, engajamento e comprometimento das pessoas. Tanto no evento, quanto no movimento ODS, as pessoas voluntariamente fazem acontecer. A grande maioria quando atuam em suas atividades profissionais, conseguem se comprometer da mesma forma, porque acreditam naquilo que fazem, ou seja, fazem a diferença porque acreditam na causa, no propósito. Essas são as pessoas que levaram a sua empresa ou organização para outro patamar.

Enfim, precisamos acordar! A realidade está aí, é possível inovar de forma sustentável, e, também gerar riqueza, crescer economicamente, mas cuidando da natureza e sendo justo com as pessoas. No entanto, precisamos ter de cuidar com as promessas ou propagandas enganosas, pois é a partir delas que surgem as famosas Greenwashing, etc., que denigrem a imagem e a reputação das empresas e pessoas, precisamos de mais coerência entre o que se fala e planeja, e o que se faz, necessitamos de atitudes e práticas que realmente façam a diferença!

A boa notícia é que existem muitas pessoas e empresas que já estão agindo nesta direção, e há muitas boas práticas corporativas e individuais inspiradoras, e, você?

FAÇA SUA PARTE! 
VAMOS, JUNTOS, PROMOVER ESSA TRANSFORMAÇÃO!

 

Fabrício Attanásio

Inovação & Sustentabilidade

Administrador, professor universitário, palestrante e consultor com experiência de mais de 20 anos em organizações nacionais e internacionais. Idealizador e CEO da i-KOA Inovação & Transformação. É cofundador e coordenador-geral do Comitê ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) de Tubarão e região da Amurel do Movimento Nacional ODS de Santa Catarina.

Opiniões do colunista não representam necessariamente o portal SCTODODIA.com.br

VER COLUNAS
SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.