Sábado, 25 de maio de 2024

COLUNISTAS

Paulo Monteiro

Disponível no Disney+, série de Percy Jackson é um presente para quem um dia já foi fã da saga

28/12/2023 09h09 | Por: Paulo Monteiro
Foto: Reprodução / Disney+

A série Percy Jackson e Os Olimpianos, baseada nos livros infanto-juvenis criada por Rick Riordan, já está com três episódios disponíveis no Disney+. Primeiramente adaptada para o cinema no início dos anos 2010, com dois filmes de qualidade extremamente duvidosa, a obra retorna para o audiovisual como um verdadeiro presente para quem, assim como eu, um dia já foi fã da saga.

Para muitas das pessoas que cresceram nos anos 2000, a série de livros de Percy Jackson se apresentou como um dos primeiros contatos orgânicos com a literatura. O Ladrão de Raios, primeiro livro da saga, adaptado na série da Disney+, foi justamente a primeira obra literária que eu comprei e li por desejo próprio. Mais de uma década depois desse contato, finalmente o lançamento de uma adaptação audiovisual à altura.

A série de Percy Jackson é justamente aquilo que os filmes da saga nos anos 2010 não conseguiram ser: uma adaptação fiel aos livros que se reconhece como uma obra infanto-juvenil. Os primeiros episódios encaram de frente essa característica e não tentam ser nada além disso, se atentando aos detalhes que tornaram a obra literária tão cativante.

Tal qual o primeiro livro, a primeira temporada da série irá contar a jornada de Percy Jackson, um jovem que se descobre um semi-Deus, filho do Deus grego Poseidon, e que precisa ir até o submundo para resgatar o desaparecido raio de Zeus, a fim de evitar uma guerra entre os deuses.

O livro é a cartilha perfeita da jornada do herói, tantas vezes explorada no cinema e na literatura como um todo. A estrutura da história também se assemelha muito à Harry Potter e outros muitas obras de fantasia. Ainda assim, tanto a obra literária quanto a série conseguem caminhar com suas próprias pernas e entregar um entretenimento bastante justo.

A série se destaca em seus primeiros episódios pela consciência da adaptação. Existe uma mudança aqui e outra ali, mas, no geral, tudo é muito bem amarrado com a história do livro. Os personagens, em especial Percy, Grover e Annabeth, são interpretados por atores extremamente cativantes, que fazem com que você se apegue aquela jornada batida, mas, ainda assim, bastante confortável.

O mágico mundo dos deuses e figuras da mitologia grega que se misturam com o ambiente moderno dos Estados Unidos também é muito bem representado na série. Até mesmo quando vai explorar monstros como o Minotauro, por exemplo, a obra consegue ser visualmente interessante - bem diferente dos filmes.

Até o momento, Percy Jackson e Os Olimpianos se apresenta como uma boa e confortável série, com ares de nostalgia para quem viveu o hype dos livros nos anos 2000. É como rever um filme clássico da Sessão da Tarde, com o diferencial de que, aqui, a adaptação é completamente nova.

Paulo Monteiro

Cinema em Cena

Paulo Monteiro é repórter da Rádio Cidade em Dia, de Criciúma, jornalista profissional e um apaixonado pelo mundo do cinema e cultura pop. Com passagens por veículos de imprensa de Criciúma, já escreveu sobre a sétima arte também para o Cinetoscópio e CineVitor.

Opiniões do colunista não representam necessariamente o portal SCTODODIA.com.br

VER COLUNAS
SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.