SCTODODIA - Ligados em tudo

Escolha a sua região:

A concorrência cresce no digital e sua empresa não tem presença online?EVOLUA!
Segunda-feira, 04 de julho de 2022
Política

Bolsonaro: falei com presidente da Câmara para abrir CPI da Petrobras na 2ª-feira

Após o fim da frase, Bolsonaro foi aplaudido pela plateia.

Brasil, 18/06/2022 18h14 | Atualizada em 20/06/2022 08h53 | Por: Lucas Marques | Fonte: ESTADÃO Conteúdo
Foto: Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou neste sábado que conversou com o líder do governo na Câmara dos Deputados, Ricardo Barros (Progressistas-PR), e com o presidente da Casa, Arthur Lira (Progressistas-AL), para abrir na segunda-feira uma CPI para investigar a Petrobras. Ainda de acordo com ele, o governo vai resolver "o problema" da empresa.

"Conversei ontem com o líder do governo e o presidente da Câmara para a gente abrir uma CPI segunda-feira, vamos para dentro da Petrobras", disse ele durante o ato de unção apostólica do Ministério Restauração, em Manaus. Após o fim da frase, Bolsonaro foi aplaudido pela plateia.

publicidade

O presidente tem defendido a instauração de uma CPI para investigar a formação de preços de combustíveis pela empresa. Bolsonaro tem criticado a Petrobras por reajustar preços diante da alta do petróleo no mercado internacional. A empresa, que importa combustíveis para suprir a demanda do mercado doméstico, segue desde 2016 os preços internacionais, mas tem espaçado os reajustes.

A estatal anunciou ontem aumento de 5,2% na gasolina e de 14,2% no diesel, considerando o preço cobrado nas refinarias. Bolsonaro criticou o reajuste ainda ontem, bem como Lira.

"É inadmissível, com uma crise mundial, a Petrobras se gabar dos lucros que tem. Só no primeiro trimestre, foram R$ 44 bilhões de lucro, nunca visto na história", disse Bolsonaro neste sábado, afirmando também que todo mundo está sentindo o peso da inflação e dos preços de combustíveis. "E na lei das estatais está escrito que essas empresas têm que ter também um fim social."

O presidente disse ainda que o lucro da petroleira é abusivo. "Ninguém quer interferir nos preços, mas esse spread, esse lucro abusivo, a diretoria, seus presidentes, seus conselheiros poderiam resolver", afirmou ele. "O que vocês sentem, no bolso, se fosse só no Brasil, poderia me culpar, mas é no mundo todo."

Bolsonaro disse que a diretoria da Petrobras, que decidiu pelo reajuste, não pensa no Brasil, e que virou um "Petrobras Futebol Clube". O atual presidente da companhia, José Mauro Coelho, já foi demitido pelo presidente, mas não entregou o cargo.

O sucessor, Caio Paes de Andrade, secretário de desburocratização do Ministério da Economia, ainda precisa ser aprovado pelas estruturas internas da companhia e também ser eleito para o conselho de administração.

No evento deste sábado, Bolsonaro atribuiu a queda de valor de mercado da Petrobras no pregão de sexta-feira, de cerca de R$ 30 bilhões, ao reajuste que a companhia anunciou. "Acredito que na segunda-feira, com a CPI, vai perder outros 30 (bilhões de reais)", comentou ele.

Tags: Bolsonaro

Leia mais

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.