SCTODODIA - Ligados em tudo

Escolha a sua região:

Segunda-feira, 18 de outubro de 2021
Geral

“A taxa aumentou para os passageiros, mas o repasse aos motoristas segue baixo” afirma motorista de aplicativo

Um dos setores que mais cresceu nos últimos anos, os aplicativos de transporte vêm sofrendo críticas de usuários e motoristas recentemente

Santa Catarina, 04/10/2021 10h00 | Atualizada em 04/10/2021 17h29 | Por: Lucas Marques
Imagem: Domínio Público

Com o aumento do desemprego e do trabalho informal, os aplicativos de transporte se tornaram uma alternativa rentável para muitos motoristas. Porém, com a alta dos combustíveis e a estagnação do valor repassado aos motoristas pelas corridas, trabalhadores do setor vem questionando as políticas de aplicativos como o Uber e o 99. É o caso de Adriano da Silva, motorista há 4 anos.

“As taxas aumentaram para os passageiros, mas o repasse aos motoristas continua baixo. A taxa mínima costumava ser R$6,20 e o app nos repassava R$5,80, hoje a taxa mínima subiu para R$6,80 e continuam nos pagando o mesmo valor. Já faz 4 anos que não aumentam” relatou ao SCTODODIA.

publicidade

Quando questionado se os apps oferecem algum tipo de suporte aos motoristas, Adriano disse: “Na teoria oferecem, mas na hora do problema nós motoristas que precisamos resolver todo tipo de ocorrência em relação a viagens e passageiros”

Já com relação a alta dos combustíveis, o motorista alega: “Uso GNV (Gás Veicular Natural) e gasolina. GNV já está quase no mesmo valor da gasolina, então não está compensando...” “...Com o aumento dos combustíveis, temos que peneirar as chamadas de corridas nos apps” completou.

OUÇA NOSSAS RÁDIOS

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
48 3045.5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.