SCTODODIA - Ligados em tudo

Escolha a sua região:

Domingo, 24 de outubro de 2021
Política

“Governo tentou interferir em investigações em andamento”, diz deputado sobre exoneração de delegado geral

No final da última semana o delegado geral da Polícia Civil de Santa Catarina, Akira Sato, que recém tinha assumido o cargo, foi exonerado da posição após pedir demissão. O deputado estadual Ivan Naatz (PL) fala do assunto

Santa Catarina, 04/10/2021 15h34 | Atualizada em 05/10/2021 14h00 | Por: Bárbara Dias | Fonte: Rádio Cidade Tubarão
Foto: Agência Alesc/Divulgação

No final da última semana o delegado geral da Polícia Civil de Santa Catarina, Akira Sato, que recém tinha assumido o cargo, foi exonerado da posição após pedir demissão. Em entrevista a Marcus Vinícius, no Jornal da Rádio Cidade - Edição das 13h desta segunda-feira (4), o deputado estadual Ivan Naatz (PL) fala do assunto. “O governo tentou interferir em investigações que estão em andamento na Divisão de Investigação Criminal (DIC)”, revela. Ele relata que a intenção do Estado era substituir os delegados que fazem essas investigações. “Isso é uma interferência direta da política na polícia, os delegados reagiram”, destaca. 
 

publicidade

Naatz relata que o estopim da situação estaria em dois processos, no primeiro um grupo estaria atuando dentro dos portos de Imbituba e São Francisco do Sul, além do Governo do Estado, vendendo softwares superfaturados sem processo de licitação. “E a denúncia de vendas de licenças ambientais junto ao IMA (Instituto do Meio Ambiente), com braços em algumas prefeituras do estado”, relata. Confira a entrevista completa:

 

OUÇA NOSSAS RÁDIOS

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
48 3045.5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.