SCTODODIA - Ligados em tudo

Escolha a sua região:

A concorrência cresce no digital e sua empresa não tem presença online?EVOLUA!
Quinta-feira, 07 de julho de 2022
Social

Bolsa de valores das favelas: um projeto de impacto social

A Bolsa de Valores das Favelas vai permitir que investidores coloquem parte de seu capital em negócios privados e que são geridos dentro das favelas

Criciúma - SC, 23/05/2022 14h02 | Atualizada em 25/05/2022 17h57 | Por: Redação | Fonte: Rádio Cidade Em Dia
Foto: Pixabay

A plataforma de investimentos DIVI Hub e o G10 favelas, lançaram a Bolsa de Valores das Favelas, plataforma em que pessoas poderão se tornar sócias de frações de empresas que atuam nas comunidades brasileiras.

A Favela Brasil Xpress, plataforma que atua em locais onde aplicativos de entrega convencionais não chegam, como Paraisópolis, Heliópolis e Capão Redondo, em São Paulo, Rocinha e Vila Cruzeiro, no Rio de Janeiro, e o G10 Bank Participações são as primeiras empresas a serem abertas a investidores na Bolsa de Valores das Favelas.

Em resumo, a Bolsa de Valores das Favelas vai permitir que investidores coloquem parte de seu capital em negócios privados e que são geridos dentro das favelas.

De acordo com a Outdoor Social Inteligência, instituto de pesquisa focado na classe C e que tem como proposta levar comunicação e gerar impacto social a esse grupo econômico, dos mais de 289 mil comércios registrados em seis mil comunidades de todo o país, 125 mil são provenientes do G10, o que corresponde a 43,5% e mostra que o empreendedorismo é uma realidade nas favelas do Brasil.

 

publicidade

 

SCTODODIA - Ligados em tudo Grupo Catarinense de Rádios
Alfredo Del Priori, 430 Centro | Criciúma - SC | CEP: 88801630
(48) 3045-5144
SCTODODIA - Ligados em tudo © Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.